O BioTIC - Parque Tecnológico de Brasília tem como objetivo promover mudanças na estrutura econômica do Distrito Federal, com desenvolvimento de atividades econômicas de alta qualificação e fomento à política de inovação tecnológica nacional.

Com foco na inovação em Biotecnologia e Tecnologia da Informação e Comunicação, o BioTIC será o principal polo de desenvolvimento científico, tecnológico e de inovação do Distrito Federal. O projeto viabilizará a instalação de diversas empresas, além de instituições de pesquisa e centros de inovação.

Sendo Brasília um local estratégico para a sua criação, já que o Distrito Federal é destaque no cenário acadêmico e de mão de obra especializada, ocupando o topo do ranking da elite intelectual brasileira, com o maior número de mestres e doutores em relação ao número de habitantes entre todas as unidades da Federação, o que reflete a vocação e potencial da cidade na geração de conhecimento.

Além disso, Brasília com sua localização estratégica proporciona um acesso aos principais mercados e canais de distribuição de produto e serviços, uma ampla malha de voos nacionais e internacionais e uma grande rede de transportes rodoviários e ferroviários que interligam a capital a todo o pais.

O parque busca oferecer um ecossistema de cooperação e geração de negócios entre empresas, universidades e centros de pesquisa com foco na inovação em Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), aplicada a setores como Biotecnologia, Nanotecnologia, Saúde, Cosméticos, Energia, Agricultura e Segurança.

Com o objetivo de viabilizar a implantação, gestão, controle e estruturação do Parque Tecnológico de Brasília, foi criada a BIOTIC S/A como subsidiária integral da Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal – Terracap (para mais informações, acessar www.bioticsa.com.br).

O Plano de Trabalho da BIOTIC S/A abrange uma série de atividades ligadas à inovação e tecnologia, como:

  1. Agência de Inovação: busca a parceria de investidores e participantes de projetos de pesquisa científica e desenvolvimento tecnológico em instituições de ensino, centros de P&D e empresas no Parque Tecnológico.

 

  1. Pesquisa: o BioTIC oferece um ecossistema de cooperação e geração de negócios entre empresas, universidades e centros de pesquisa.

 

  1. NITs – Núcleos de Inovação Tecnológica: este serviço se caracteriza pela articulação de parceiros, para constituir a plataforma de serviços a ser implantada pelas instituições de ensino e instituições parceiras da região às empresas instaladas no Parque.

 

  1. Hub: voltado a captar investimentos e parcerias tecnológicas que promovam a consolidação do Parque, a instalação de empresas no BioTIC, o desenvolvimento e a implementação de projetos prioritários.

 

  1. Inteligência Competitiva: objetiva a estruturação e a operação de um Sistema de Inteligência Competitiva, que dê suporte ao estabelecimento de políticas de apoio à atração de empreendimentos intensivos em conhecimento para o Distrito Federal e à internacionalização das empresas residentes no parque tecnológico.

 

  1. Venture Capital: o investimento em capital de risco requer grande conhecimento do mercado financeiro. Neste sentido, está sendo articulada a parceria com instituição especializada em capital de risco já existente no país, formatando e organizando um modelo de investimento em empresas que gere capital para a manutenção do próprio Parque.

 

  1. Incubadora: irá possibilitar que projetos de pesquisa se transformem em negócios, bem como, o estimulo ao desenvolvimento de ações que dinamizem o processo de geração de novos empreendimentos de capital intensivo em tecnologia.

 

  1. Fundos de Investimento: Estruturado com base em um banco de ideias – que reúne propostas de projetos – e um fundo de investimento em novos produtos. Esse fundo será formado por pessoas ou empresas interessadas em investir em novas tecnologias. Os investidores, na prática, serão sócios dos projetos a serem executados e poderão acompanhar o desenvolvimento dos trabalhos de modo a apoiar e aconselhar os empreendedores envolvidos.

 

  1. Show Room: Área para exposição e divulgação dos produtos desenvolvidos pelas empresas instaladas no Parque. Irá atuar como um verdadeiro portal das potencialidades do Parque e de suas empresas. Será dotado de tecnologia, onde o potencial investidor poderá imergir nas mais diversas atividades e potencialidades das empresas do Parque.

 

  1. Coworking: Em parceria com o SEBRAE-DF, o BioTIC tem uma unidade do Sebraelab. Um espaço de estímulo à criatividade, à inovação, ao consumo de informações, à geração de novos conhecimentos, ao aprendizado contínuo e às múltiplas conexões nos negócios.

 

 São expectativas da Terracap em relação ao Parque Tecnológico de Brasília - BioTIC:

  • Integração da transformação digital com a bioeconomia;
  • Incentivos a pesquisa aplicada fornecendo investimento e espaço para o seu desenvolvimento;
  • Estimular um ambiente de negócios garantindo benefícios para a sociedade e os investidores;
  • Fonte de empregos qualificados oferecendo um novo eixo de desenvolvimento para Brasília.