Javascript de carregamento do Framework Jquery



A convite do Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau, o diretor de Novos Negócios da Terracap, Sérgio Nogueira, participou da 24ª Feira Internacional de Macau (IPIM) e da 24ª Exposição de Produtos e Serviços dos Países de Língua Portuguesa 2019 (PLPEX), realizadas em Macau, na China, de 16 a 22 de outubro.

Macau tem papel de destaque na economia chinesa. Nos últimos anos, a cidade se desenvolveu e, por consequência, se tornou uma plataforma de serviços de cooperação econômica e comercial entre a China e os países de língua portuguesa.

Desde 2011, a Terracap passou a exercer a função de Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal na operacionalização e implementação de programas e projetos de fomento e apoio ao desenvolvimento econômico e social do Distrito Federal.

A prospecção de novos negócios pelo Brasil e fora dele é imprescindível para o estabelecimento de parcerias público-privadas (PPPs), para a constituição de sociedades de propósito específico (SPEs), bem como para a promoção de operações urbanas consorciadas para implantação e desenvolvimento de empreendimentos considerados estratégicos pelo Governo do Distrito Federal. E nesse viés atua a Diretoria de Novos Negócios da Terracap.

“Foram dias de intenso aprendizado sobre o potencial comercial chinês e de rodadas de negociações. Acredito que faremos grandes avanços e negócios a partir dos encontros viabilizados em Macau. A China já é o maior parceiro comercial do Brasil, maior destino de exportação brasileira por dez anos. Agora, queremos que tragam investimentos, especialmente para o desenvolvimento econômico e social do Distrito Federal”, disse o diretor.

Como foi a receptividade com a comitiva brasileira?

Nosso grupo estava dividido entre os empreendedores (representantes do comércio e da indústria) e os representantes do poder público, executivo e legislativo. Foram fechados vários negócios, como a exportação de café e cerveja produzidos no Distrito Federal, por exemplo. No âmbito do poder público, o deputado distrital Rodrigo Delmasso (PR) realizou diversas tratativas legislativas para tornar irmãs Brasília e Macau, com foco na prospecção de negócios entre as cidades e pelo desenvolvimento social e econômico. Como representante da Terracap, iniciei tratativas que podem viabilizar negócios voltados para o desenvolvimento tecnológico do DF, em prol da mobilidade.

Como os chineses avaliam o potencial de Brasília para investimentos estrangeiros?

Percebemos que, por se tratar da capital do Brasil, Brasília é vista como grande potencial para investimentos. Apresentei todo o portfólio do Governo do Distrito Federal para os investidores presentes. Além disso, pude iniciar conversas rumo a negócios que devem envolver várias pastas do Executivo, com destaque para tecnologia e mobilidade.

Quais os principais aspectos para o desenvolvimento de novos negócios se destacaram na programação?

Tratando de exportação, ficou muito claro que os chineses têm maior interesse na indústria de alimentos. Diversas marcas brasilienses se fizeram notar no evento e fecharam contratos de exportação. Outras marcas brasileiras do setor alimentício foram bem recebidas pelos asiáticos.

Quando falamos de investimentos no Distrito Federal, várias situações foram estudadas, como, por exemplo, a instalação de uma fábrica chinesa, que ainda não está presente no Brasil, iniciando sua atuação por Brasília, num terreno da Terracap para ser mais específico.

No âmbito legislativo, acordou-se a criação de um Decreto Legislativo, por meio do deputado distrital Rodrigo Delmasso (PR), tornando Brasília/Brasil e Macau/China cidades irmãs. O que isso significa? Como beneficia o Distrito Federal?

A irmanação ou geminação entre cidades é a formalização de um vínculo com objetivos específicos, por prazo determinado ou indeterminado. No caso de Macau, o objetivo é estimular a cooperação técnica e legislativa para o desenvolvimento econômico, tecnológico e de mobilidade urbana no DF. Todas as tratativas e a assinatura do protocolo foram realizadas pelo vice-presidente da CLDF, deputado Rodrigo Delmasso (PR), durante o evento.

Diretoria de Novos Negócios
Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap)
dineg@terracap.df.org.br