Javascript de carregamento do Framework Jquery

Quem mora em Brasília sabe: a Estrada Parque Taguatinga (EPTG) e o complexo viário das avenidas Hélio Prates, Samdu e Comercial são fundamentais para o ir e vir da população. Para melhorar a qualidade de vida de quem trafega pelas vias diariamente, o governo do Distrito Federal (GDF) prevê intervenções por lá, com melhorias de mobilidade e acessibilidade. O projeto de revitalização da Avenida Hélio Prates já saiu do papel e entrou na primeira fase. A Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap) irá desapropriar um terreno para viabilizar a sequência das obras. 

O Diário Oficial do Distrito Federal, de 8 de junho, publicou decreto do governador Ibaneis Rocha, declarando urgência na desapropriação de um posto de abastecimento de gasolina localizado na Comercial Norte, nos limites da avenida Hélio Prates. O lote tem 180 m² e a Terracap fará o pagamento das devidas indenizações para reaver o patrimônio. 

“A requalificação da Avenida Hélio Prates é um projeto extremamente necessário para mobilidade urbana do DF.  Para que haja maior capacidade para o transporte público, atendendo ao projeto conduzido pela Secretaria de Obras, é necessário ampliar as vias, que depende da desapropriação deste terreno”, explica o presidente da Terracap, Izidio Santos. 

O secretário de Estado de Obras e Infraestrutura do DF, Luciano Carvalho, conta que os projetos para a avenida já saíram do papel. “Nesta primeira fase, a Secretaria de Obras está fazendo a adequação das calçadas, tornando-as acessíveis ao pedestre. Os estacionamentos também serão padronizados, para que haja maior segurança interna no tráfego da via”, conta. E completa: “Essa é a primeira etapa do projeto, que será dividida em três fases. É o GDF trabalhando para trazer mais conforto e qualidade de vida para a população.”

Assessoria de Comunicação Social
Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap)
ascom@terracap.df.org.br

 


Chat On-line