Javascript de carregamento do Framework Jquery

Buscar

Total: 64 resultados encontrados.

  • Audiência pública debaterá alteração de lotes no Solar de Brasília

     

    A Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap) convida toda população interessada a participar de audiência pública com a finalidade de apresentar e discutir a alteração dos lotes registrados em cartório no Setor Habitacional Jardim Botânico Etapa IV, Quadras 02, 05 e 06, Região Administrativa do Jardim Botânico - XXVII. O evento tem como objetivo apresentar o projeto de alteração do parcelamento de lotes regularizados na região e consultar os moradores sobre temas que permitam a discussão, críticas e contribuições. A consulta visa democratizar, conferir transparência e assegurar a participação popular em todo processo coordenado pela Terracap.

    A audiência será realizada no dia 10 de fevereiro de 2023, sexta-feira, às 15h, no Edifício Sede da Terracap (SAM Bloco F, Térreo), e também será transmitida ao vivo por videoconferência pelo canal do Youtube, para aqueles que não puderem comparecer.

    As informações necessárias para acompanhar o debate e o regulamento da audiência poderão ser acessados por meio do link: https://www.terracap.df.gov.br/index.php/projetos-e-estudos/audiencias-publicas/

    Atualizado em 17/01/2023

    ASCOM/TERRACAP

    Foto: Daniel Santos

    2023-01-06 19:54:47 - Cartilhas
  • Audiência Pública online para discutir o projeto de alteração de parcelamento de lotes regularizados no Setor Habitacional Jardim Botânico Etapa IV, Quadras 02, 05 e 06, RA do Jardim Botânico - XXVII.

    AVISO DE AUDIÊNCIA PÚBLICA

     

    A COMPANHIA IMOBILIÁRIA DE BRASÍLIA - TERRACAP convida a todos os interessados para a Audiência Pública online para discutir o projeto de alteração de parcelamento de lotes regularizados no Setor Habitacional Jardim Botânico Etapa IV, Quadras 02, 05 e 06, Região Administrativa do Jardim Botânico - XXVII. A audiência será realizada no dia 10 (dez) de fevereiro de 2023, sexta-feira, às 15h, no Edifício Sede da Terracap, SAM Bloco F, Térreo, auditório, com a transmissão ao vivo por videoconferência para participação online dos interessados. As informações necessárias para subsidiar o debate e o regulamento da audiência poderão ser acessados por meio do link: https://www.terracap.df.gov.br/index.php/projetos-e-estudos/audiencias-publicas/. O tema é tratado no processo SEI 00111-00002800/2020-13.

      

    Giulliano Magalhães Penatti

    Gerente de Regularização Fundiária

    GEREF/DICOM/TERRACAP

     

    2023-01-04 18:47:12 - Audiências Públicas
  • Mais de 100 terrenos serão licitados no dia 27

    Último edital de licitação da Terracap, em 2022, oferece 108 terrenos | Foto: Lúcio Bernardo Jr/Agência Brasília

    Terracap lançou o último edital de licitação de 2022; caução deve ser feita até o dia 26

    Ainda dá tempo de encerrar o ano realizando sonhos. A Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap) encerra 2022 com mais um edital de licitação de imóveis, desta vez, com 108 terrenos disponíveis para venda e concessão, a maioria de uso misto, com possibilidade de implementação de atividades comerciais, prestação de serviço, institucional, industrial e, em alguns casos, uso residencial. A concorrência será no dia 27 de dezembro, às 9h.

    O edital, com valores e metragens dos imóveis, está disponível no site da Terracap. Podem participar do processo licitatório pessoas físicas ou jurídicas. Os interessados devem ficar atentos ao prazo da caução: 26 de dezembro. As condições de pagamento são 5% de entrada e o restante em até 180 meses, a depender do imóvel escolhido. Há, ainda, imóveis disponíveis para concessão mensal.

    Todo o procedimento licitatório pode ser feito via online. Já os clientes que tiverem interesse de entregar a proposta de compra e o comprovante da caução pessoalmente, ainda contam com a opção do drive-thru, no estacionamento do edifício-sede da Terracap. A licitação será transmitida ao vivo pelo canal da agência no YouTube.

    Samambaia, com mais de 250 mil moradores e comércio local em franca expansão, aparece como boa aposta para investimentos, com 50 imóveis. Na região, encontram-se terrenos com 50 m² e entrada a partir de R$ 3,8 mil, mas também metragens que chegam a 1,3 mil m², com entrada a partir de R$ 55,5 mil.

    Em Ceilândia, região administrativa que possui alta concentração de demandantes por comércio e serviços, são 23 imóveis disponíveis para venda, com preços a partir de R$ 21 mil e entradas que iniciam em R$ 1 mil. Com infraestrutura completa, permitem retorno do investimento no curto prazo, tendo em vista o parque industrial e outras empresas de grande porte já instalados no local.

    No Guará, local historicamente procurado nas licitações da Terracap, há sete opções de lotes. Em dois deles, localizados no Centro Comunal, a disputa será pela concessão mensal da área. Os imóveis disponíveis para venda têm metragem inicial de 144 m² e entrada a partir de R$ 12,1 mil.

    Além dessas regiões, há imóveis disponíveis no Jardim Botânico, Gama, Recanto das Emas, Riacho Fundo II, Santa Maria, São Sebastião, Taguatinga e Setor de Oficinas Sul (SOF). Veja aqui todas as opções.

    Como participar da licitação?

    1. Leia atentamente o edital disponível ao site da Terracap

    2. Escolha o imóvel

    3. Preencha a proposta de compra – disponível no site da Terracap 

    4. Recolha a caução, correspondente a 5% do valor do lote, que funciona como exigência para habilitação na licitação

    Leia também

    Atenção: O valor deve ser recolhido em uma agência do BRB, mediante depósito identificado, transferência eletrônica (TED) ou pagamento de boleto expedido no site da Terracap, necessariamente em nome do próprio licitante ou pelo seu legítimo procurador até o dia 26 de dezembro. A não apresentação da procuração implica desclassificação automática do licitante. A licitação ocorrerá no dia subsequente (27)

    5. Entregue a proposta. Há duas opções de fazer isto: dirigir-se à Terracap e depositar o documento devidamente preenchido na urna da Comissão de Licitação, no drive-trhu disposto no estacionamento, no dia 27 de dezembro, entre 9 e 10h, ou optar pela proposta online, anexando o comprovante de pagamento de caução. Neste caso, a proposta também deve ser enviada eletronicamente no mesmo dia e horário

    6. É dever do licitante atentar para todas as cláusulas do edital, em especial a que se refere à possível incidência do pagamento de taxa de Outorga Onerosa de Alteração de Uso (Onalt) ou do Direito de Construir (Odir).

    Para os licitantes preliminarmente classificados, a documentação exigida no edital deve ser entregue por meio da plataforma online, acessando-se o site da Terracap, no menu Serviços, opção Requerimento Online, ou por meio do endereço eletrônico da Comissão de Licitação: copli@terracap.df.gov.br.​

    *Com informações da Terracap

    Agência Brasília* I Edição: Débora Cronemberger

    2022-12-22 19:22:36 - Cartilhas
  • Terracap regulariza imóveis em Arniqueira, Vicente Pires e na Cidade Estrutural

    A Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap) encerra o ano com o lançamento de cinco chamamentos públicos de Venda Direta para a regularização de imóveis em três regiões do DF. São 478 imóveis, ao todo, incluindo edital inédito do Setor de Comércio e Serviços da Cidade Estrutural (Scia). Os ocupantes têm até 6 de fevereiro para apresentar a proposta de compra ou concessão do terreno junto à Terracap e podem obter até 25% de desconto no pagamento à vista.

    Além da Estrutural, os chamamentos publicados nesta quarta-feira, 7 de dezembro, no Diário Oficial do DF (DODF), contemplam imóveis de áreas dos Setores Habitacionais de Arniqueira e de Vicente Pires. Os editais, com endereços, metragens e preços já estão disponível para download no portal da Agência: www.terracap.df.gov.br.

    Veja quais são:
    • Edital nº 04/2022, Setor de Comércio e Serviços da Cidade Estrutural (Scia), 138 imóveis
    • Edital nº 05/2022, URB 001/17 do Setor Habitacional Arniqueira, 55 imóveis
    • Edital nº 06/2022, URB 05/17 do Setor Habitacional Arniqueira, 65 imóveis
    • Edital nº 07/2022, Trecho 1 do Setor Habitacional Vicente Pires, 22 imóveis
    • Edital nº 08/2022, Trecho 3 do Setor Habitacional Vicente Pires, 198 imóveis

    O valor dos terrenos varia entre R$ 39 mil (126 m²) e R$ 3,7 milhão (22 mil m²) e já preveem a dedução da infraestrutura feita pelos ocupantes, bem como a valorização decorrente desta implantação, exceto para imóveis da Estrutural, cuja toda infraestrutura foi realizada pelo governo.

    O presidente da Terracap, Izidio Santos, explica que a regularização fundiária tem papel fundamental na organização da cidade. Ele reitera que não se trata de processo simples. “Os procedimentos necessários à regularização compreendem diversas etapas e demandam o trabalho de inúmeros órgãos públicos, envolvendo o licenciamento urbanístico, que trata do projeto das áreas de regularização e setores habitacionais, bem como o licenciamento ambiental”, explica. E complementa: “O procedimento culmina, por fim, no registro dos loteamentos com a venda das unidades criadas”.

    A regularização fundiária, portanto, é fundamental na consolidação de um ambiente urbano organizado e legal, em que cada cidadão tenha direito à documentação de sua moradia ou de sua empresa e possa se integrar à cidade de forma efetiva.

    E mais do que a certa segurança jurídica oriunda da regularização fundiária, estar com a escritura pública do imóvel em mãos é ter o coração em paz. É o que diz o morador do trecho 1 do Setor Habitacional Vicente Pires, José Faustino De Paula. Ele foi o primeiro ocupante da área a regularizar o terreno em que reside há quase duas décadas.

    De Paula conta que sempre soube que um dia teria que pagar pelo lote. “Financiar a minha casa e obter abatimento de ¼ do valor final foi muito bom”, disse. Ele revela que se sentiu muito honrado de ser o primeiro morador da região a assinar a escritura. “Dali em diante, pude descansar em paz, investir em meu terreno e fazer diversas benfeitorias em meu imóvel”, disse.

    O oficial da Marinha fez jus ao benefício concedido pela Terracap, por meio da resolução 269. Mas é preciso estar atento às regras. O artigo 13 da resolução estabelece que o mesmo imóvel pode ser incluído em até três editais, porém, com redução gradual dos descontos e benefícios previstos. Assim, somente o primeiro edital garante todos os benefícios oferecidos pela Terracap.

    Nesta oportunidade, os ocupantes que optarem pelo pagamento à vista terão 25% de desconto no valor de venda do imóvel.

    Instituições financeiras oferecem linhas de crédito específicas para imóveis oriundos da regularização fundiária, como foi o caso do financiamento contratado pelo morador De Paula. Ele escolheu obter o recurso em uma dessas instituições, está pagando a prazo para o banco, mas a Terracap recebeu o valor integral do imóvel com o desconto para pagamento à vista.

    Para se ter uma ideia da vantagem do benefício, basta fazer uma simulação de um dos terrenos publicados em edital. Veja só: na prática, um dos imóveis de área de 534 m² tem valor de mercado igual a R$ 363 mil. Com os descontos legais (infraestrutura e valorização dela decorrente), o valor final de venda ficou em R$ 200.535,61. Ao optar pelo financiamento bancário que pode chegar a 20 anos, este cliente pagará R$ 150.401,71 à vista para a Terracap, aplicando o desconto de 25%.

    Mas os ocupantes também podem financiar os terrenos diretamente pela Terracap, neste caso, o prazo máximo de pagamento junto à Agência é de até 360 meses para pessoa física e em até 240 meses para pessoas jurídicas. Para as associações e cooperativas, o prazo estabelecido é de 36 meses, conforme edital de venda direta.

    Pessoas jurídicas – empresas, sociedades de propósito específico (SPEs), associações e cooperativas podem adquirir os lotes com uso misto, já as pessoas físicas, podem adquirir os lotes já ocupados com qualquer destinação.

    E para obter todos os benefícios do primeiro edital de chamamento, até o dia 6 de fevereiro, os ocupantes devem entregar a proposta de compra do imóvel e a documentação exigida em edital para dar prosseguimento ao processo de aquisição do imóvel.

    Há duas maneiras de realizar este procedimento. Presencialmente, no edifício-sede da Terracap, localizado no Bloco “F”, Setor de Áreas Municipais (SAM) – atrás do anexo do Palácio do Buriti, das 7h às 19h; ou de forma remota, pelo site da Terracap.

    Mais informações podem ser obtidas por meio dos canais de atendimento da Terracap, no call center (61) 3350-2222, ou pelo atendimento remoto, por meio do chat online. É só acessar: www.terracap.df.gov.br

    Retrospectiva
    O Programa de Venda Direta, iniciado em 2017, permitiu que milhares de moradores do DF pudessem regularizar seus imóveis e obter a sonhada escritura definitiva dos lotes. Por meio do programa, famílias que vivem em imóveis de parcelamentos irregulares consolidados exercem o direito de compra dos terrenos que ocupam. Jardim Botânico, Vicente Pires, Arniqueira e outras localidades foram contempladas com editais de chamamento.
    Recentemente, esse direito foi estendido a lotes comerciais, àqueles que empreenderam em terrenos de propriedade da Terracap. De lá pra cá, cerca de 6,5 mil imóveis foram disponibilizados em chamamentos públicos para venda direta ou concessão.

     

    Assessoria de Comunicação Social
    Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap)
    ascom@terracap.df.org.br

    2022-12-12 20:04:43 - Cartilhas
  • Terracap licita 96 terrenos em novembro

     

    O investidor que deseja iniciar o negócio ou mesmo aquele que já possui um empreendimento e planeja ampliá-lo deve ficar atento ao novo Edital de Licitação de Imóveis publicado pela Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap). No mês de novembro, são 96 oportunidades espalhadas em 14 regiões administrativas em todo o DF. Somente na Samambaia, há 49 terrenos disponíveis para venda e concessão com foco na indústria, no comércio e na prestação de serviços. Mas, para quem quer um imóvel para morar, ainda há raros lotes residenciais no Jardim Botânico e no Taquari. 

    Para fazer o download do edital, com valores e metragens dos imóveis, é só acessar o portal da empresa em: www.terracap.df.gov.br.   Podem participar do processo licitatório quaisquer pessoas, física ou jurídica. Os interessados devem ficar atentos aos prazos: caução até dia 24 de novembro e licitação no dia subsequente (25). As condições de pagamento são: 5% de caução, entrada (com abatimento da caução) e o restante em até 180 meses, a depender do imóvel escolhido. Há, ainda, imóveis disponíveis para concessão mensal.

    Todo o procedimento licitatório pode ser feito via online. Já os clientes que tiverem interesse de entregar a proposta de compra e o comprovante da caução pessoalmente, ainda contam com a opção do drive-thru, no estacionamento do edifício-sede da Terracap. A licitação é transmitida ao vivo pelo canal da Agência no Youtube.

    Samambaia sempre será uma boa aposta para investimentos. Considerada uma das cidades mais pulsantes do DF, o comercio local encontra-se em franca expansão. Samambaia ganhou recentemente cerca de 700 unidades habitacionais, o que amplia o crescimento populacional de forma ordenada, e, por consequência, a demanda pela oferta de comércio e serviços. Atualmente, a região abriga mais de 250 mil moradores. Segundo o GDF, desde 2019, foram investidos somente ali mais de 194 milhões em obras e melhorias diversas.

    Na região, encontram-se, por exemplo, terrenos com 50 m² e entrada a partir de R$ 3,9 mil, mas, ainda, projeções com metragens que chegam a 2,9 mil m². Neste caso, a entrada inicia em R$ 242 mil.

    O desenvolvimento do Riacho Fundo II segue um caminho parecido. Programas habitacionais implementados no local e o número de habitantes que hoje, segundo dados da Administração Regional, ultrapassam 100 mil, têm chamado a atenção do setor produtivo. Ali, são oito opções de terreno, sendo seis para venda e dois para concessão mensal. As metragens variam de 91 m² a 2,3 mil m².

    Há, ainda, sete opções no Paranoá Parque. Esse ano, o local recebeu importantes investimentos como a duplicação da BR-250, as obras do viaduto que liga o Paranoá ao Itapoã. Os imóveis, localizados na quadra 501, têm metragens de 840 m² a 1,5 mil m². Com entradas a partir de 11,7 mil.

    O edital traz oportunidades para quem deseja um bom lugar para morar. São apenas dois lotes, entre as últimas unidades residenciais do Jardim Botânico e do Taquari: ambas as unidades são de 800 m², com entradas de R$ 26,2 mil e R$ 31 mil, respectivamente.

     

    Como participar da licitação?

    Alguns cuidados são necessários para participar da licitação. Veja o passo a passo:

    1. Leia atentamente o edital disponível ao site da Terracap;
    2. Escolha o imóvel;
    3. Preencha a proposta de compra – disponível no site da Terracap (https://comprasonline.terracap.df.gov.br/);
    4. Recolha a caução, correspondente a 5% do valor do lote, que funciona como exigência para habilitação na licitação;

    Atenção: O valor deve ser recolhido em uma agência do BRB, mediante depósito identificado, transferência eletrônica (TED) ou pagamento de boleto expedido no site da Terracap, necessariamente em nome do próprio licitante ou pelo seu legítimo procurador até o dia 24 de novembro. A não apresentação da procuração implica em desclassificação automática do licitante. A licitação ocorrerá no dia subsequente, 25/11;

    1. Entregue a proposta. Há duas opções de fazer isto: dirigir-se à Terracap e depositar o documento devidamente preenchido na urna da Comissão de Licitação, no drive-trhu disposto no estacionamento, no dia 25 de novembro, entre 9 e 10h, ou optar pela proposta online, anexando o comprovante de pagamento de caução. Neste caso, a proposta também deve ser enviada eletronicamente no mesmo dia e horário.
    2. É dever do licitante atentar para todas as cláusulas do edital, em especial a que se refere à possível incidência do pagamento de taxa de Outorga Onerosa de Alteração de Uso (Onalt) ou do Direito de Construir (Odir).

    Para os licitantes preliminarmente classificados, a documentação exigida no edital deve ser entregue por meio da plataforma online, acessando-se o site www.terracap.df.gov.br, no menu Serviços, opção Requerimento Online, ou por meio do endereço eletrônico da Comissão de Licitação: copli@terracap.df.gov.br.

    Assessoria de Comunicação Social
    Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap)
    ascom@terracap.df.org.br

    2022-11-18 13:06:01 - Cartilhas
  • Terracap contrata empresa para obras da infraestrutura de energia elétrica

     

    O sistema de energia elétrica pública é parte integrante da infraestrutura básica dos parcelamentos do solo urbano, conforme a lei Nº 6.766/1979. Portanto, a Agência de Desenvolvimento Econômico do Distrito Federal (Terracap) com a missão de administrar as terras públicas do DF, publicou nesta quinta-feira, 13 de outubro, aviso de licitação pública para contratação de empresa especializada para a execução das obras de complementação de infraestrutura de energia elétrica nas quadras Q217 E QS312 de Samambaia, RA-XII e quadra 06 do Jardim Botânico, Etapa III, RA-XXVII.

    Segundo o aviso, publicado no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF), o certame está marcado para o dia 9 de novembro, às 10h. O critério de julgamento é o menor preço, ou seja, será declarado vencedor o licitante que apresentar a proposta mais vantajosa para a administração pública. O credenciamento do representante e a entrega dos envelopes devem ser feitos até a mesma data, às 9h.

    O serviço básico de energia elétrica tem o objetivo de expandir os trechos de rede aérea de distribuição primária, implantar dois postos de transformação, trechos de rede secundárias e remanejar a rede elétrica de distribuição com retirada de postes, cabos, estruturas e equipamentos, nas regiões citadas no projeto.

    As empresas interessadas em participar da concorrência já podem fazer o download do edital por meio do site da Terracap, na seção Licitações Compras/Serviços. Para acessar os demais documentos referentes à Licitação Presencial nº 28/2022, basta clicar aqui. 

    Serviço

    Mais informações podem ser obtidas no call center da Terracap, no número (61) 3350-2222 ou via chat on-line, disponível no portal da Agência (www.terracap.df.gov.br). O atendimento é feito de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h.

    Assessoria de Comunicação Social
    Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap)
    ascom@terracap.df.org.br

    2022-10-14 14:41:33 - Cartilhas
  • Terracap realiza licitação pública com 111 opções de imóveis em todo o DF

     

    A procura por imóveis no DF continua crescendo. O último levantamento realizado na capital federal mostra que, somente em fevereiro deste ano, o Índice de Velocidade de Vendas (IVV) avançou 9% se comparado com o mês imediatamente anterior. E aqueles que buscam oportunidades para morar ou investir no próprio negócio podem participar das licitações de imóveis da Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap). Somente em maio, são 111 lotes disponíveis para venda. Destaque para terrenos de uso residencial no Guará e no Jardim Botânico que voltaram a figural em edital. O documento, com valores e metragens dos imóveis, está disponível para download. Clique aqui. 

    Podem participar do processo licitatório quaisquer pessoas, física ou jurídica. Os interessados devem ficar atentos aos prazos: caução até dia 26 de maio e licitação no dia subsequente (27/5), a partir das 9h. As condições de pagamento são: 5% de caução, entrada (com abatimento da caução) e o restante em até 180 meses, a depender do imóvel escolhido.

    Todo o procedimento licitatório pode ser feito via online, por meio portal da Agência, sem sair de casa, com toda comodidade. Já os clientes que tiverem interesse de entregar a proposta de compra e o comprovante da caução pessoalmente, ainda contam com a opção do drive-thru, no estacionamento do edifício-sede da Terracap. A licitação é transmitida ao vivo pelo canal da Agência no Youtube.

    Os lotes no Guará e o Jardim Botânico estão de volta. São regiões administrativas que atraem mais interessados pela localização e, ainda, pela possibilidade de valorização dos imóveis.

    Muito próximo do Plano Piloto – o Guará acaba por despertar o interesse de pessoas que desejam se mudar para lá.  Além disso, há, na região, parque ecológico, diversos equipamentos públicos, a famosa Feira do Guará, duas estações de metrô, ciclovias, áreas de lazer comunitárias, proporcionando maior qualidade de vida aos moradores.

    A Terracap oferta neste edital nove terrenos no Guará II, quatro deles para uso residencial unifamiliar e outros cinco para uso misto. Os lotes residenciais ficam nas quadras 44, 50, 52 e 54, têm metragem de 130 a 144 m², com o dobro de potencial de construção. As entradas são a partir de R$ 10,8 mil.

    Já os terrenos para implantação de atividades produtivas vão de 150 m² a 1,2 mil m². Os lotes permitem desde comércio de bens e serviços a um posto de combustível. O público consumidor já está consolidado, tonando a RA propícia para investimento. Vele lembrar que, com a complementação da infraestrutura das QE 48 a 58 e, mais recentemente, com a aprovação da criação da quadra QE 60, a tendencia é que se aumente o adensamento populacional e, por consequência, a demanda por novos empreendimentos comerciais. Os imóveis

    Também restam poucas unidades destinadas a residência unifamiliar no Jardim Botânico. Tal qual o Guará, o bairro já se encontra consolidado, com a expansão comercial e de prestação de serviços. A região administrativa é composta por condomínios fechados e horizontais. No local, houve obras de paisagismo, iluminação, além da construção do Parque Vivencial, realizadas pela Terracap, o que valoriza as propriedades ali existentes. Os terrenos unifamiliares têm metragens de 800 a 854 m², com entradas a partir de R$ 21,5 mil. Há, ainda, uma opção de imóvel para uso institucional, com 2,8 mil m².

    Recanto das Emas e Samambaia também são regiões com grande potencial para investimento. No Recanto das Emas são nove oportunidades, grande parte delas na Avenida Vargem da Bênção, uma das mais importantes da região, que passa de 6 km de extensão. Mas também há terrenos na Avenida Central e na Avenida Buriti. Com R$ 2,3 mil de entrada é possível concorrer a um lote na RA. São ofertados em edital projeções com metragens a partir de 56 m² a 1,2 mil m².

    Já somente em Samambaia há 47 imóveis disponíveis para venda, com foco no comércio e na prestação de serviços. Ali, encontram-se, por exemplo, terrenos com 100 m² e entrada a partir de R$ 5,4 mil, uma oportunidade ao pequeno investidor que deseja iniciar o negócio ou mesmo àquele que já possui um empreendimento e planeja ampliá-lo. Mas há lotes maiores, como o localizado na QN 313, de 2,3 mil m², e entrada a partir de R$ 94 mil.

    Como participar da licitação?

    Alguns cuidados são necessários para participar da licitação. Veja o passo a passo: 

    1. Leia atentamente o edital disponível ao site da Terracap;
    2. Escolha o imóvel;
    3. Preencha a proposta de compra – disponível no site da Terracap (https://comprasonline.terracap.df.gov.br/);
    4. Recolha a caução, correspondente a 5% do valor do lote, que funciona como exigência para habilitação na licitação;

    Atenção: O valor deve ser recolhido em uma agência do BRB, mediante depósito identificado, transferência eletrônica (TED) ou pagamento de boleto expedido no site da Terracap, necessariamente em nome do próprio licitante ou pelo seu legítimo procurador até o dia 26 de maio. A não apresentação da procuração implica em desclassificação automática do licitante. A licitação ocorrerá no dia subsequente, 27/5; 

    1. Entregue a proposta. Há duas opções de fazer isto: dirigir-se à Terracap e depositar o documento devidamente preenchido na urna da Comissão de Licitação, no drive-trhu disposto no estacionamento, no dia 27 de maio, entre 9 e 10h, ou optar pela proposta online, anexando o comprovante de pagamento de caução. Neste caso, a proposta também deve ser enviada eletronicamente no mesmo dia e horário. 
    1. É dever do licitante atentar para todas as cláusulas do edital, em especial a que se refere à possível incidência do pagamento de taxa de Outorga Onerosa de Alteração de Uso (Onalt) ou do Direito de Construir (Odir). 

    Para os licitantes preliminarmente classificados, a documentação exigida no edital deve ser entregue por meio da plataforma online, acessando-se o site www.terracap.df.gov.br, no menu Serviços, opção Requerimento Online, ou por meio do endereço eletrônico da Comissão de Licitação: copli@terracap.df.gov.br.

     

    Assessoria de Comunicação Social
    Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap)
    ascom@terracap.df.org.br

    2022-05-13 13:53:50 - Cartilhas
  • Terracap abre 2022 com 99 imóveis à venda

    Ano Novo está aí a Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap) já tem licitação pública de imóveis na praça para quem quer começar 2022 tirando os planos do papel. São 99 oportunidades espalhadas pelo DF, opções para quem busca um local para morar, além de diversas possibilidades para empreendedores que pretendem investir em lotes de uso misto. Há imóveis de 50 m², com entradas a partir de R$ 3,6 mil. O edital, com valores e metragens dos imóveis, está disponível para download no site da Terracap. Clique aqui e confira.

    Podem participar do processo licitatório quaisquer pessoas, física ou jurídica. Os interessados devem ficar atentos aos prazos: caução até dia 13 de janeiro e licitação em 14/01. As condições de pagamento são: 5% de caução, entrada (com abatimento da caução) e o restante em até 180 meses, a depender do imóvel escolhido.

    Todo o procedimento licitatório pode ser feito via online, por meio portal da Agência. Ou seja, é possível comprar o terreno sem sair de casa, com toda comodidade. Já os clientes que tiverem interesse de entregar a proposta de compra e o comprovante da caução pessoalmente, ainda contam com a opção do drive-thru, no estacionamento do edifício-sede da Terracap. A licitação é transmitida ao vivo pelo canal da Agência no Youtube.

    Samambaia é o grande destaque do primeiro edital do ano. São 65 imóveis dos 99 ofertados para venda. Há terrenos com área de 50 m² e entrada inicial de R$ 3,6 mil, uma oportunidade ao pequeno investidor que deseja iniciar o negócio ou mesmo àquele que já possui um empreendimento e planeja ampliá-lo.

    No Riacho Fundo II há terrenos com possibilidade de implementação de atividades comerciais, prestação de serviço, institucional, industrial e, em alguns casos, o uso residencial. Os lotes têm metragens de 375 m² a 540 m² e entradas a partir de 20,9 mil. O pagamento pode ser parcelando em até 180 meses.

    Sobradinho também traz duas novidades para quem quer empreender. Ali, os terrenos são de 225 m² e 400 m², com entradas de R$ 13,9 mil e R$ 63 mil, respectivamente. Também nestes casos são 15 anos para pagamento.

    Para morar

    Quem participar da licitação da Terracap em busca de imóveis residenciais terá opções em locais como Jardim Botânico, Taquari e Guará. Em todos os casos tratam-se das últimas unidades da Agência nas localidades e que têm grande procura nos certames.

    No Guará, são duas opções, ambos na quadra 50, conjunto A. Os lotes têm 158 m² e 154 m², e entrada a partir de R$ 12,6 mil. No Jardim Botânico, há uma opção na Avenida das Palmeiras: o lote tem 685 m², com entrada de R$ 23,6 mil. Já no Taquari, o terreno disponível está no Trecho 1, quadra 3, e possui 948 m², com entrada a inicial de R$ 30,3 mil.

    Como participar da licitação?

    Alguns cuidados são necessários para participar da licitação. Veja o passo a passo:

    1. Leia atentamente o edital disponível ao site da Terracap;
    2. Escolha o imóvel;
    3. Preencha a proposta de compra – disponível no site da Terracap (https://comprasonline.terracap.df.gov.br/);
    4. Recolha a caução, correspondente a 5% do valor do lote, que funciona como exigência para habilitação na licitação;

    Atenção: O valor deve ser recolhido em uma agência do BRB, mediante depósito identificado, transferência eletrônica (TED) ou pagamento de boleto expedido no site da Terracap, necessariamente em nome do próprio licitante ou pelo seu legítimo procurador até o dia 13 de janeiro. A não apresentação da procuração implica em desclassificação automática do licitante. A licitação ocorrerá no dia subsequente, 14/01;

    1. Entregue a proposta. Há duas opções de fazer isto: dirigir-se à Terracap e depositar o documento devidamente preenchido na urna da Comissão de Licitação, no drive-trhu disposto no estacionamento, no dia 14 de janeiro, entre 9 e 10h, ou optar pela proposta online, anexando o comprovante de pagamento de caução. Neste caso, a proposta também deve ser enviada eletronicamente no mesmo dia e horário.
    2. É dever do licitante atentar para todas as cláusulas do edital, em especial a que se refere à possível incidência do pagamento de taxa de Outorga Onerosa de Alteração de Uso (Onalt) ou do Direito de Construir (Odir).

    Para os licitantes preliminarmente classificados, a documentação exigida no edital deve ser entregue por meio da plataforma online, acessando-se o site www.terracap.df.gov.br, no menu Serviços, opção Requerimento Online, ou por meio do endereço eletrônico da Comissão de Licitação: copli@terracap.df.gov.br.

    Assessoria de Comunicação Social
    Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap)
    ascom@terracap.df.org.br

    2021-12-23 19:53:22 - Cartilhas
  • Terracap lança edital de regularização para imóveis do Jardim Botânico

     

    A próxima região administrativa a ser beneficiada com a venda direta de imóveis é o Jardim Botânico. A Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap) publicou, nesta sexta-feira, 3 de setembro, edital de convocação para fins de regularização fundiária para 51 ocupantes da área. São moradores de nove condomínios do Jardim Botânico, localizados nas etapas 1, 2 e 4, bem como do Setor Habitacional São Bartolomeu.   

    As famílias têm até o dia 4 de outubro para apresentar a proposta de compra junto à Terracap e dar prosseguimento à aquisição imóvel. Neste chamamento, há terrenos unifamiliares, bem como os de uso misto. O valor dos lotes varia entre R$ 154 mil (444 m²) e R$ 1 milhão (3,4 mil m²) e já prevê a dedução da infraestrutura feita pelos moradores, bem como a valorização decorrente desta implantação. O edital 06/2021, constando essas e outras informações, já está disponível para download no site da Agência: www.terracap.df.gov.br

    Parte do Jardim Botânico já passou por processo de regularização fundiária. Desta vez, os imóveis contemplados pertencem aos seguintes condomínios: 

    • Condomínio Ville de Montagne (6 imóveis);
    • Condomínio Solar de Brasília (5 imóveis);
    • Condomínio San Diego (1 imóvel);
    • Condomínio Mirante da Paineiras (4 imóveis);
    • Condomínio Parque e Jardim das Paineiras (2 imóveis);
    • Condomínio Jardim Botânico IV (11 imóveis);
    • Condomínio Jardim Botânico I (5 imóveis);
    • Condomínio Estância Jardim Botânico (11 imóveis); e
    • Condomínio Estância Jardim Botânico II (6 imóveis).

    Aderindo à esta oportunidade, a Terracap concede 25% de desconto no valor final de venda do imóvel para aqueles que optarem pelo pagamento à vista. Atualmente, instituições financeiras oferecem linhas de crédito específicas para financiar imóveis oriundos da regularização fundiária. Assim, quem optar por tomar o recurso em uma dessas instituições, pagará a prazo para a banco, mas integralmente e com abatimento à Terracap. Mas os moradores também podem parcelar o financiamento dos terrenos pela Terracap, neste caso, o prazo máximo de pagamento junto à Agência é de 240 meses.

    Como entregar a proposta?

    A proposta de compra e a documentação exigida em edital podem ser apresentadas à Terracap de duas maneiras. Presencialmente, no edifício-sede da Terracap, localizado no Bloco “F”, Setor de Áreas Municipais (SAM) – atrás do anexo do Palácio do Buriti, das 7h às 19h; ou de forma remota, pelo site da Terracap, ou pelo aplicativo para dispositivos móveis, disponível nas plataformas Android e iOS, denominado “Terracap”.

    Para quem não quiser comparecer pessoalmente para efetuar a entrega, é preciso acessar o site da Terracap ou o aplicativo da Agência e procurar pelo menu “Serviços”. Ao encontrá-lo, deve seguir os passos: clique em “ Regularização - Venda Direta”. Ao abrir a página “Terracap - Serviços online”, acesse a plataforma com os dados de login. Na página inicial, clique em “Regularize Venda Direta”. Selecionado o “Regularize Venda Direta”, opte por “Passo 1 – Criar Cadastro”.  Após o cadastro criado, um novo passo será inserido:  “Passo 2 – Criar proposta”. Neste momento, será feita a confirmação das informações inseridas e o upload dos documentos. Encaminhe-os. O processo de envio estará concluído.

    Mais informações podem ser obtidas por meio dos canais de atendimento da Terracap, no call center (61) 3342-1103, ou pelo atendimento remoto, por meio do chat online. É só acessar: www.terracap.df.gov.br

    Assessoria de Comunicação Social
    Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap)
    ascom@terracap.df.org.br

    Foto: Daniel Santos/ Ascom Terracap

     

    2021-09-03 14:28:38 - Cartilhas
  • Edital 06/2021 - Venda Direta Jardim Botânico
    .....
    2021-09-02 20:55:31 - Buscar - Venda direta de Imóveis
  • Terracap abre licitação de lotes para quem deseja investir em um novo negócio no DF

    A Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap) selecionou 92 terrenos para a nona licitação de imóveis de 2021. Para os empreendedores que aguardavam os lotes do Guará, essa é a oportunidade. São seis, ao todo, na região administrativa, com possibilidade de implementação de atividades comerciais, prestação de serviço, institucional, industrial e, em alguns casos, o uso residencial. O edital, com valores e metragens dos imóveis, está disponível para download no site da Terracap. Clique aqui e confira.

    Podem participar do processo licitatório quaisquer pessoas, física ou jurídica. Os interessados devem ficar atentos aos prazos: caução até dia 9 de setembro e licitação em 10 de setembro. As condições de pagamento são: 5% de caução, entrada (com abatimento da caução) e o restante em até 180 meses, a depender do imóvel escolhido.

    Todo o procedimento licitatório pode ser feito via online, por meio portal da Agência. Ou seja, é possível comprar o terreno sem sair de casa, com toda comodidade. Já os clientes que tiverem interesse de entregar a proposta de compra e o comprovante da caução pessoalmente, ainda contam com a opção do drive-thru, no estacionamento do edifício-sede da Terracap. A licitação é transmitida ao vivo pelo canal da Agência no Youtube.

    No Guará, as projeções com maior valor agregado estão localizadas na QE SRIA 48. São dois: ambos os lotes têm 625 m², e as entradas são de R$ 98 mil. Por lá, os imóveis atendem os anseios de grande parte do setor produtivo, por admitir atividades dos mais diversos tipos. Mas há opção de menor valor na RA. Com R$ 12,8 mil, é possível dar entrada em um lote de 100 m², localizado na SCIA QD 08, por exemplo. Lembrando que o licitante pode dividir o restante em até 15 anos junto à Terracap.

    Também figuram no nono edital lotes institucionais no Jardim Botânico e no Lago Sul. Na Avenida Bela Vista, há duas opções de terrenos com esta destinação no Jardim Botânico. As metragens são bem próximas, assim como os valores: 9,4 mil m² e 9,5 mil m²; e R$ 14,2 mil e R$ 14,4 mil, respectivamente. Já no Lago Sul, o imóvel localizado na QI 6 tem 4,9 mil m², com entrada a partir de R$ 323,5 mil.

    Outras doze oportunidades de uso misto estão nas quadras 2 e 3 do Paranoá. Investidores podem abrir lojas, ofertar serviços, implantar novas indústrias ou mesmo montar um estabelecimento de ensino, por exemplo. Os lotes variam de 1,6 mil m² a 1,8 mil m² e as entradas são a parti de R$ 40 mil. O restante também pode ser parcelando em 180 meses.

    Mas quem gosta de Samambaia, aproveite. Só em setembro, serão licitados 49 terrenos. Na RA, há lotes a partir de 100 m², com entradas de R$ 5,4 mil, até uma projeção no Centro Urbano de 5,9 mil m², cuja entrada é de R$ 510 mil.

    Como participar da licitação?

    Alguns cuidados são necessários para participar da licitação. Veja o passo a passo:

    1. Leia atentamente o edital disponível ao site da Terracap;

    2. Escolha o imóvel;

    3. Preencha a proposta de compra – disponível no site da Terracap (https://comprasonline.terracap.df.gov.br/);

    4. Recolha a caução, correspondente a 5% do valor do lote, que funciona como exigência para habilitação na licitação;

    Atenção: O valor deve ser recolhido em uma agência do BRB, mediante depósito identificado, transferência eletrônica (TED) ou pagamento de boleto expedido no site da Terracap, necessariamente em nome do próprio licitante ou pelo seu legítimo procurador até o dia 9 de setembro. A não apresentação da procuração implica em desclassificação automática do licitante. A licitação ocorrerá no dia subsequente, 10/9;

    5. Entregue a proposta. Há duas opções de fazer isto: dirigir-se à Terracap e depositar o documento devidamente preenchido na urna da Comissão de Licitação, no drive-trhu disposto no estacionamento, no dia 10 de setembro, entre 9 e 10h, ou optar pela proposta online, anexando o comprovante de pagamento de caução. Neste caso, a proposta também deve ser enviada eletronicamente no mesmo dia e horário.

    6. É dever do licitante atentar para todas as cláusulas do edital, em especial a que se refere à possível incidência do pagamento de taxa de Outorga Onerosa de Alteração de Uso (Onalt) ou do Direito de Construir (Odir).

    Para os licitantes preliminarmente classificados, a documentação exigida no edital deve ser entregue por meio da plataforma online, acessando-se o site www.terracap.df.gov.br, no menu Serviços, opção Requerimento Online, ou por meio do endereço eletrônico da Comissão de Licitação: copli@terracap.df.gov.br.

    Suzana Leite
    Assessoria de Comunicação Social
    Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap)
    ascom@terracap.df.org.brv

     

     

    2021-08-18 18:02:37 - Cartilhas
  • Concedida carência em pagamento de venda direta da Terracap

    Medida abrange imóveis de Arniqueira, Jardim Botânico e São Bartolomeu que tiveram editais publicados este ano

    Com o objetivo de proporcionar melhor organização financeira às famílias beneficiadas pelo programa de venda direta, a Diretoria Colegiada da Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap) decidiu, na quinta-feira (8), conceder 120 dias de carência para início do pagamento de imóveis que tiveram editais publicados em 2021.

    O benefício vale para quem optou ou vai optar pelo financiamento | Foto: Divulgação/Terracap

    Na prática, a medida envolve imóveis do Jardim Botânico, São Bartolomeu e Arniqueira incluídos nos editais 1, 2 e 3/2021. O benefício vale para quem optou ou vai optar pelo financiamento junto à Terracap. “É necessário que o morador adira ao edital com proposta de compra via Terracap e opte pelo adiamento por meio de requerimento”, reforça o presidente da Terracap, Izidio Santos.

    O gestor reforça que a medida foi adotada levando em consideração o tempo de que algumas famílias precisam para organizar seu orçamento, diante da pandemia. O prazo de contagem terá início a partir da data de publicação da homologação da venda no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF).

    A decisão também contempla pedido dos moradores, informa a administradora de Arniqueira, Telma Rufino. “A administração é o órgão do governo mais próximo da comunidade ao qual os moradores comparecem em busca de serviços públicos e esclarecimentos de dúvidas”, pontua. “Pedimos ao governador um prazo de carência por conta do problema da pandemia, para nos ajudar. A diretoria da Terracap votou e atendeu o pleito”.

    Arniqueira

    O processo de regularização fundiária de Arniqueira teve início em maio de 2021.  O primeiro edital de Chamamento de Venda Direta do Setor Habitacional Arniqueira contemplou 300 imóveis da URB 005. Do total, 268 moradores entregaram a proposta de compra junto à Terracap, o que representa 89,3% de adesão ao edital. Quanto à forma de pagamento, 100 quitaram à vista, fazendo jus ao desconto de 25% sobre o valor final.

    O segundo edital está aberto até o dia 22 deste mês e contempla 519 lotes do Setor Habitacional Arniqueira. Os terrenos também estão localizados na URB 005. O download do edital pode ser feito no portal da Terracap.

    2021-07-09 18:09:31 - Cartilhas
  • Venda direta comercial do Jardim Botânico tem 94% de adesão

    Prazo para a entrega das propostas de compra terminou na quinta-feira (1º)

    O edital inédito para a regularização fundiária de imóveis comerciais do Jardim Botânico obteve adesão de 94% dos ocupantes. Esta foi a primeira vez que a Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap) contemplou lotes com destinação comercial em chamamentos públicos de venda direta. Foram, ao todo, disponibilizados 86 imóveis, das etapas I, II e IV da região. O prazo para a entrega das propostas de compra terminou nesta quinta-feira (1º).

     

    Quase todas as propostas de compra foram entregues, na primeira venda direta comercial do Jardim Botânico | Foto: Daniel Santos/Terracap

    De acordo com a Resolução 268 da Terracap, pessoas jurídicas – empresas, sociedades de propósito específico (SPEs), associações e cooperativas, além de pessoas físicas, puderam adquirir os lotes já ocupados e edificados até 22 de dezembro de 2016.

    “A próxima área semelhante a ser regularizada será o Setor de Comércio e Serviços da Cidade Estrutural. Por lá, 152 imóveis serão contemplados. O cadastramento começará em breve”Izídio Santos, presidente da Terracap

    O primeiro chamamento de venda direta da Terracap concede ao ocupante o abatimento de 25% para pagamentos à vista sobre o valor final do imóvel. Fizeram jus a esse benefício 80 empresários e 77% deles quitaram à vista. Já outros 33% recorreram a financiamento junto à Terracap, com prazo de até 240 meses. 

    Os preços dos lotes variaram de R$ 45 mil, nas áreas com 75 m², até R$ 4,4 milhões, em lotes de 11, 400 mil m². O valor final de venda levou em consideração a dedução da infraestrutura feita pelos ocupantes, bem como a valorização decorrente dessa implantação – cerca de 42% a 48% do valor de mercado do imóvel.

    De acordo com o presidente da Terracap, Izidio Santos, há inúmeras solicitações de regularização desta natureza por todo o Distrito Federal. “A próxima área semelhante a ser regularizada será o Setor de Comércio e Serviços da Cidade Estrutural [SCIA]. Por lá, 152 imóveis serão contemplados. O cadastramento começará em breve”, antecipa.

     O diretor de Comercialização da Terracap, Julio Cesar Reis, comemora o resultado: “Ter quase a totalidade das propostas entregues significa que os comerciantes querem sair da ilegalidade e ter mais tranquilidade com a segurança jurídica que a regularização traz, inclusive para investir e ampliar seus negócios, que agora podem contar com financiamentos bancários”.
     

    ASCOM- TERRACAP

    2021-07-05 20:36:35 - Cartilhas
  • Terracap inicia regularização de lotes comerciais no DF; Jardim Botânico é a primeira RA contemplada

    A Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap) publica, nesta segunda-feira (3/5), edital inédito para a regularização fundiária de 88 lotes comerciais, industriais e de uso misto do Jardim Botânico – etapas I, II e IV. Iniciado em 2017 para lotes apenas unifamiliares, o Programa de Venda Direta permitiu que milhares de moradores do DF pudessem regularizar seus imóveis e obter a sonhada escritura definitiva das ocupações. Agora, o benefício foi estendido àqueles que empreenderam em terrenos de propriedade da Terracap. O edital, com a lista dos imóveis contemplados, contendo endereço, metragem e valores e informações adicionais, já está disponível para download. Clique aqui. 

    De acordo com a resolução 268 da Terracap, pessoas jurídicas – empresas, Sociedade de Propósito Específico (SPE), associações e cooperativas, além de pessoas físicas, podem adquirir os lotes já ocupados e edificados até 22 de dezembro de 2016.

    “Mesmo que o ocupante, pessoa física ou jurídica, já tenha comprado um imóvel unifamiliar junto à Terracap, se contemplado em edital, a resolução permite que ele apresente proposta de compra para outro lote, desde que não seja com destinação residencial”, explica o diretor de Comercialização, Júlio César Reis.

    Os preços dos lotes variam de R$ 45 mil, com 75 m², até R$ 4,4 milhões, com 11, 400 mil m². O valor final de venda já leva em consideração a dedução da infraestrutura feita pelos ocupantes, bem como a valorização decorrente desta implantação – cerca de 42% a 48% do valor de mercado do imóvel.

    Aos mesmos moldes da venda direta para residências, a Terracap dará o abatimento de 25% para pagamentos à vista. Para aqueles que desejarem realizar o pagamento a prazo, o financiamento pode ser feito em até 180 meses. No caso das Associações e cooperativas, o prazo estabelecido é de 36 meses.

    Para fazer jus ao desconto de 25%, é necessário que o ocupante realize, previamente, o cadastramento, etapa obrigatória no processo de regularização. O cadastro pode ser feito pelo site da empresa ou pelo aplicativo para dispositivos móveis, disponível nas plataformas Android e iOS. Basta acessar as lojas App Store ou Play Store, buscar pelo nome “Terracap” e baixar o app.

    De acordo com as regras estabelecidas em edital, os ocupantes têm até 1º de julho para entregar a proposta de compra, com toda documentação exigida, via online, no endereço https://servicosonline.terracap.df.gov.br/ ou presencialmente na Terracap, junto à Gerência de Atendimento ao Cliente.

    O presidente da Terracap, Izidio Santos, salienta a expressiva importância do passo dado pela Terracap quanto à segurança jurídica atrelada à regularização. “Existem inúmeras solicitações de regularização desta natureza por todo o Distrito Federal. A Terracap inicia, portanto, um novo momento, permitindo que milhares de empresas retornem à legalidade, podendo, inclusive, utilizar a escritura pública como garantia para financiamento bancário”, finaliza.

    Outras informações podem ser obtidas pelo telefone: (61) 3350-2222. O edifício-sede da Terracap está localizado no Bloco “F”, Setor de Áreas Municipais (SAM) – atrás do anexo do Palácio do Buriti. A Agência está aberta de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h.

    Suzana Leite
    Assessoria de Comunicação Social
    Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap)
    ascom@terracap.df.org.br

     

    2021-05-03 20:10:45 - Cartilhas
  • Guará e Jardim Botânico retornam ao edital de terrenos da Terracap - Acompanhe on-line a licitação 2/2021, nesta terça (20)

    Acompanhe a abertura das propostas neste link: A C O M P A N H E  A O  V I V O

    Quem aguardava pelos lotes residenciais nas licitações da Agência de Desenvolvimento Econômico do Distrito Federal (Terracap) já pode conferir o 2º edital de 2021, disponível no site da empresa (www.terracap.df.gov.br). O certame, marcado para o dia 20 de abril, às 9h, traz opções no Guará e no Jardim Botânico, endereços entre os mais concorridos quando figuram em licitação. Mas também há diversos terrenos para uso comercial, prestação de serviços, institucional e industrial para quem deseja investir. Ao todo, são 100 lotes, em 12 regiões administrativas.

    Podem participar do processo licitatório quaisquer pessoas, física ou jurídica. Os interessados devem ficar atentos aos prazos: caução até dia 19 de abril e licitação em 20 de abril. As condições de pagamento são: 5% de caução, entrada (com abatimento da caução) e o restante em até 180 meses, a depender do imóvel escolhido.

    Em função da necessidade do distanciamento social causado pela pandemia, todo o procedimento licitatório pode ser feito via online, por meio portal da Agência.  Ou seja, é possível comprar o terreno sem sair de casa, com toda comodidade. Já os clientes que tiverem interesse de entregar a proposta de compra e o comprovante da caução pessoalmente, ainda contam com a opção do drive-thru, no estacionamento do edifício-sede da Terracap. A licitação é transmitida ao vivo pelo canal da Agência no Youtube.

    A Terracap oferta neste edital onze terrenos no Guará II, três deles para uso residencial unifamiliar e outros oito para uso misto. Os lotes residenciais ficam nas quadras 50 e 52, têm metragem de 144 a 166 m², com o dobro de potencial de construção. As entradas são a partir de R$ 10,7 mil. Já os terrenos para implantação de atividades produtivas vão de 625 m² a 3.575 m². Neste último caso, a Terracap está licitando a concessão de uso do terreno.

    A localização da região administrativa – muito próxima do Plano Piloto – acaba por despertar o interesse de pessoas que desejam se mudar para o Guará.  Além disso, ali há parque ecológico, diversos equipamentos públicos, a famosa Feira do Guará, duas estações de metrô, ciclovias, áreas de lazer comunitárias, proporcionando maior qualidade de vida aos moradores do bairro, tornando-o mais atrativo. O público consumidor também já está consolidado, tonando a RA propícia para investimento.

    O Jardim Botânico é outra opção para morar prevista no edital 2/2021 da Terracap. São dez lotes disponíveis também para a construção de residências, na Avenida das Paineiras, quadras 3 e 5 - próximos à via de ligação entre o Jardim Botânico, os Jardins Mangueiral e São Sebastião.  Os terrenos têm metragens de 800 a 974 m², com entrada a partir de R$ 21,3 mil. A região administrativa é composta por condomínios fechados e horizontais. No local, houve obras de paisagismo, iluminação, além da construção do Parque Vivencial, realizadas pela Terracap, o que valoriza as propriedades ali existentes.

    Paranoá e Riacho Fundo

    O Riacho Fundo II é um dos destaques do mês. São nove oportunidades, atendendo praticamente a todos os ramos do setor produtivo. Em alguns casos, os terrenos também admitem o uso residencial. Segundo dados da Administração Regional, moram no do Riacho Fundo II mais de 40 mil pessoas, o que favorece o consumo de bens e serviços no local. Na RA, há terrenos de 105 m² a 718 m². As entradas iniciam em R$ 6 mil.

    Outra opção para quem quer investir é o Paranoá. São cinco opções de terrenos no local. A região também possui mercado consumidor consolidado. Os dados do último Caderno de Demografia mostram que a contagem de habitantes do local passa os 60 mil habitantes. Os lotes têm áreas de 1,6 mil m² cada. Os lances inicias são de R$ 39,3 mil. O restante pode ser parcelado em 180 meses.

    Como participar da licitação?

    Alguns cuidados são necessários para participar da licitação. Veja o passo a passo:

    1. Leia atentamente o edital disponível ao site da Terracap;
    2. Escolha o imóvel;
    3. Preencha a proposta de compra – disponível no site da Terracap (https://comprasonline.terracap.df.gov.br/);
    4. Recolha a caução, correspondente a 5% do valor do lote, que funciona como exigência para habilitação na licitação;

    Atenção: O valor deve ser recolhido em uma agência do BRB, mediante depósito identificado, transferência eletrônica (TED) ou pagamento de boleto expedido no site da Terracap, necessariamente em nome do próprio licitante ou pelo seu legítimo procurador até o dia 19 de abril. A não apresentação da procuração implica em desclassificação automática do licitante. A licitação ocorrerá no dia subsequente, 20/04;

    1. Entregue a proposta. Há duas opções de fazer isto: dirigir-se à Terracap e depositar o documento devidamente preenchido na urna da Comissão de Licitação, no drive-trhu disposto no estacionamento, no dia 20 de abril, entre 9 e 10h, ou optar pela proposta online, anexando o comprovante de pagamento de caução. Neste caso, a proposta também deve ser enviada eletronicamente no mesmo dia e horário.
    2. É dever do licitante atentar para todas as cláusulas do edital, em especial a que se refere à possível incidência do pagamento de taxa de Outorga Onerosa de Alteração de Uso (Onalt) ou do Direito de Construir (Odir).

    Para os licitantes preliminarmente classificados, a documentação exigida no edital deve ser entregue por meio da plataforma online, acessando-se o site www.terracap.df.gov.br, no menu Serviços, opção Requerimento Online, ou por meio do endereço eletrônico da Comissão de Licitação: copli@terracap.df.gov.br.

     

    2021-04-05 19:33:12 - Cartilhas
  • Adquira um terreno da Terracap por meio de leilão público

    Já estão abertos os lances para o primeiro leilão público de imóveis de 2021 da Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap). São 15 ofertas ao todo. Entre as oportunidades, Samambaia tem o imóvel com o menor preço mínimo: R$ 211,1 mil, e metragem de 100 m².  Já o terreno de 775 m², localizado na Ceilândia, é o de maior valor, com lance inicial de R$ 2,9 milhões. O leilão é realizado em sessão pública com lances via internet, por meio da página www.capitalleiloes.com.br

    O edital com a descrição dos imóveis leiloados está disponível no site da Terracap (www.terracap.gov.br). Há terrenos em outras regiões administrativas como Riacho Fundo II, SIA, Sobradinho, Taguatinga, Guará II e Jardim Botânico.

    Desde o ano passado, a Terracap abriu a possibilidade de financiar o terreno arrematado junto à Terracap. O arrematante poderá optar por pelo crédito imobiliário, em até 180 meses, o que facilita o acesso da população aos terrenos da empresa. No entanto, também serão aceitos financiamentos oriundos de outras instituições financeiras.

    Quaisquer pessoas física ou jurídica podem participar do leilão. A sessão pública para a disputa dos lances, é dirigida por leiloeira oficial credenciada. A recepção dos lances do 1º leilão encerra dia 10 de fevereiro, às 14h. Não havendo lance superior ou igual ao da avaliação do imóvel, é dada sequência ao 2º leilão, que será encerrado, por sua vez, no dia 11/2, também às 14h.

    Para participar, os interessados precisam se cadastrar no site do leiloeiro e inserir digitalizados os documentos previstos no edital. O credenciamento deverá ser efetuado até dois dias úteis antes da realização dos lances.

    Mais informações podem ser obtidas pelo telefone: (061) 3350-2222.

    Assessoria de Comunicação Social
    Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap)
    ascom@terracap.df.org.br

    2021-01-29 18:18:11 - Cartilhas
  • Cento e vinte oportunidades para investir na primeira licitação de terrenos do ano da Terracap

    Aqueles que pretendiam adquirir um terreno próprio logo no início de 2021 terão os pedidos atendidos. A primeira licitação de imóveis da Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap) irá acontecer dia 12/2, a partir das 9h. O edital com todos os lotes, endereços, metragens e preços já está disponível no site da empresa. São 120 oportunidades para investir.

    Desta vez, destacam-se as regiões administrativas de Ceilândia, Samambaia, Recanto das Emas e Riacho Fundo II. Além da grande procura, algumas das ofertas dessas RA's autorizam uso comercial, industrial, institucional, prestação de serviço e residencial não obrigatório. Ou seja, são permitidos simultaneamente ou não, a utilização para quaisquer uma dessas atividades.

    Entre os quatro bairros mencionados, o com a maior listagem é Samambaia. Os 44 terrenos variam de 50 m² a 1.046,5 m² e possuem como condição de pagamento 5% de entrada e o restante em 180 meses, exceto os de número 59 e 60. Ambos exigem concessão mensal, e o concessionário somente poderá fazer uso do imóvel até o limite do potencial construtivo.

    Uma das vantagens de apostar em Samambaia é que o comércio em expansão e o crescimento da população tem melhorado, cada vez mais, o núcleo urbano da cidade. E isso não acontece somente por lá. O desenvolvimento do Riacho Fundo II segue um caminho parecido. Programas habitacionais implementados no local e o número de habitantes que hoje, segundo dados da Administração Regional, ultrapassam 66 mil, têm chamado a atenção do setor produtivo.

    Os 11 imóveis licitados no Riacho Fundo II pedem entradas a partir de R$ 5,3 mil e estão distribuídos nos seguintes endereços: QN 12D, QN 9B e QS 08. Todos ocupam áreas de 91 m² a 463 m².

    E como não falar de Ceilândia, a cidade mais populosa do DF? De acordo com um levantamento feito em 2018 pela Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan), a região registrou uma taxa de crescimento de 4,66%. Esse valor é praticamente o dobro da taxa para o DF.

    Outro apontamento feito no mesmo ano pelo órgão é que Ceilândia, junto com outras duas RA's, possui a maior concentração de microempreendedores individuais (MEI) associados com cultura. Tal ponto fortalece a economia, visto que os MEIs fazem e demandam serviços uns dos outros. No edital 01/21, há terrenos que viabilizam instalações para trabalhos como esses.

    Para quem gosta de mais vizinhança pelas redondezas, o Recanto das Emas é uma das opções, pois conforme a Pesquisa Distrital por Amostra de Domicílios (Pdad) da Codeplan, hoje o local conta com mais de 50 quadras residenciais. Mas isso não quer dizer que não existe comércio. Pelo contrário. Os habitantes elogiam o fato de conseguirem resolver a maioria das coisas perto de casa. Interessados em investir na região, há 7 lotes disponíveis nesta licitação.

    Oportunidades por todo o DF

    Águas Claras, Brasília, Guará, Jardim Botânico, Taquari, Paranoá, Riacho Fundo, Santa Maria, São Sebastião, Sobradinho e Taguatinga são as demais regiões administrativas onde há imóveis à venda no primeiro edital do ano pela Terracap.

    Como participar da licitação?

     Alguns cuidados são necessários para participar da licitação. Veja o passo a passo: 

    1. Leia atentamente o edital disponível ao site da Terracap;
    2. Escolha o imóvel;
    3. Preencha a proposta de compra – disponível no site da Terracap (https://comprasonline.terracap.df.gov.br/);
    4. Recolha a caução, correspondente a 5% do valor do lote, que funciona como exigência para habilitação na licitação;

    Atenção: O valor deve ser recolhido em uma agência do BRB, mediante depósito identificado, transferência eletrônica (TED) ou pagamento de boleto expedido no site da Terracap, necessariamente em nome do próprio licitante ou pelo seu legítimo procurador até o dia 11 de fevereiro. A não apresentação da procuração implica em desclassificação automática do licitante. A licitação ocorrerá no dia subsequente, 2/2; 

    1. Entregue a proposta. Há duas opções de fazer isto: dirigir-se à Terracap e depositar o documento devidamente preenchido na urna da Comissão de Licitação, no drive-trhu disposto no estacionamento, no dia 12 de dezembro, entre 9 e 10h, ou optar pela proposta online, anexando o comprovante de pagamento de caução. Neste caso, a proposta também deve ser enviada eletronicamente no mesmo dia e horário. 
    1. É dever do licitante atentar para todas as cláusulas do edital, em especial a que se refere à possível incidência do pagamento de taxa de Outorga Onerosa de Alteração de Uso (Onalt) ou do Direito de Construir (Odir). 

    Para os licitantes preliminarmente classificados, a documentação exigida no edital deve ser entregue por meio da plataforma online, acessando-se o site www.terracap.df.gov.br, no menu Serviços, opção Requerimento Online, ou por meio do endereço eletrônico da Comissão de Licitação: copli@terracap.df.gov.br.

    Luana Correa, sob a supervisão de Suzana Leite
    Assessoria de Comunicação Social
    Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap)
    Foto: Daniel Santos/ Ascom Terracap
    ascom@terracap.df.org.br

    2021-01-27 12:39:46 - Cartilhas
  • Terracap promove audiência pública online sobre alterações do parcelamento de lotes no Jardim Botânico

    A Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap) realizará, no dia 3 de dezembro, às 17h, Audiência Pública online para apresentar e discutir o projeto de alteração do parcelamento de lotes regularizados, situados no Setor Habitacional Jardim Botânico Etapa IV, mais precisamente, no condomínio Solar de Brasília.

    A audiência tratará dos seguintes endereços cartoriais: Quadra 02, Rua 03, Lotes 6 e 8; Quadra 02, Rua 06, Lote 22; Quadra 02, Rua 07, Lote 29; Quadra 04, Rua 03, Lotes 26 e 28; Quadra 06, Rua 01, Lotes 13 e 15; Quadra 06, Rua 02, Lote 22; Quadra 06, Rua 03, Lote 23.

    O estudo urbanístico para alteração de projeto é em atendimento às correções solicitadas pelos próprios moradores do condomínio, que protocolaram requerimentos junto à Terracap apontando divergências da ocupação efetiva em relação ao projeto registrado. 

    Os estudos, a documentação, o regulamento, as instruções relativas aos canais de transmissão e os respectivos procedimentos para acesso à audiência, podem ser acessados previamente neste link. Lá estão os anexos, com os documentos para download.

    A audiência pública poderá ser acompanhada pelo canal da Terracap no Youtube (https://www.youtube.com/terracapgdf) e terá duração de 1h30, com participação exclusiva dos interessados.

    Assessoria de Comunicação Social
    Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap)
    ascom@terracap.df.org.br

     

    2020-11-26 21:56:50 - Cartilhas
  • Licitação de imóveis de dezembro traz terrenos para comércio, escola e posto de combustíveis

     

    A Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap) lançou o Edital de Licitação de Imóveis nº 15/2020. Desta vez, são 137 terrenos disponíveis para venda. Há opções de lotes para morar no Jardim Botânico e no Taquari, além de projeções em outras 14 regiões administrativas que permitem a instalação de negócios dos setores do comércio, serviços, indústria e atividades institucionais. O edital, com a lista dos lotes disponíveis, está disponível para download clicando aqui. 

    Qualquer pessoa física ou jurídica pode participar da licitação. Os interessados devem ficar atentos aos prazos: caução até dia 14 de dezembro e licitação em 15 de dezembro. As condições de pagamento são: 5% de caução, entrada (com abatimento da caução) e o restante em até 180 meses, a depender do imóvel escolhido. 

    Todo o procedimento licitatório pode ser feito via online, por meio portal da Agência. Já os clientes que tiverem interesse de entregar a proposta de compra e o comprovante da caução pessoalmente, ainda contam com a opção do drive-thru, no estacionamento do edifício-sede da Terracap. A licitação é transmitida ao vivo pelo canal da Terracap no Youtube.

    O Riacho Fundo II é um dos destaques do mês. São 28 oportunidades, atendendo praticamente a todos os ramos do setor produtivo. Em alguns casos, os terrenos também admitem o uso residencial. Segundo dados da Administração Regional, moram no do Riacho Fundo II mais de 40 mil pessoas, o que favorece o consumo de bens e serviços no local. Na RA, há terrenos de 133 m² a 5,4 mil m². As entradas iniciam em R$ 7 mil. 

    Já no Recanto das Emas, há um terreno destinado para um posto de combustíveis. Além dos serviços de abastecimento, o local permite a instalação de loja de lubrificantes. A área do lote é de 1,9 mil m² e a entrada é de R$ 180 mil.

    Outra opção para quem quer investir é o Paranoá. São 12 opções de terrenos no local. A região também possui mercado consumidor consolidado. Os dados do último Caderno de Demografia mostram que a contagem de habitantes do local passa os 60 mil habitantes. Os lotes têm áreas de 1,4 mil m² a 3,6 mil m². Os lances inicias são de R$ 38 mil. O restante pode ser parcelado em 180 meses.

    E quem não quer morar no Jardim Botânico? A região administrativa é composta por condomínios fechados e horizontais, possui obras de paisagismo, iluminação, além do Parque Vivencial com praças, parques infantis, quadras de esportes e pontos de encontros comunitários. Ali, a Terracap coloca para venda em dezembro quatro lotes para uso residencial unifamiliar. Os terrenos têm metragens de 887 a 800 m², com entrada a partir de R$ 20,1 mil. O restante também pode ser financiado por 15 anos.

    Para investidores, no próprio Jardim Botânico, o edital traz dois imóveis. Um com destinação comercial e outro institucional, onde pode ser construída uma escola, por exemplo. Os lotes ficam na Avenida das Paineiras e na Avenida Bela Vista, respectivamente, e têm metragens de 1 mil m² e 9,4 mil m².

    Como participar da licitação?

    Alguns cuidados são necessários para participar da licitação. Veja o passo a passo:

    1. Leia atentamente o edital disponível ao site da Terracap;
    2. Escolha o imóvel;
    3. Preencha a proposta de compra – disponível no site da Terracap (https://comprasonline.terracap.df.gov.br/);
    4. Recolha a caução, correspondente a 5% do valor do lote, que funciona como exigência para habilitação na licitação;

    Atenção: O valor deve ser recolhido em uma agência do BRB, mediante depósito identificado, transferência eletrônica (TED) ou pagamento de boleto expedido no site da Terracap, necessariamente em nome do próprio licitante ou pelo seu legítimo procurador até o dia 14 de dezembro. A não apresentação da procuração implica em desclassificação automática do licitante. A licitação ocorrerá no dia subsequente, 15/11;

    1. Entregue a proposta. Há duas opções de fazer isto: dirigir-se à Terracap e depositar o documento devidamente preenchido na urna da Comissão de Licitação, no drive-trhu disposto no estacionamento, no dia 15 de dezembro, entre 9 e 10h, ou optar pela proposta online, anexando o comprovante de pagamento de caução. Neste caso, a proposta também deve ser enviada eletronicamente no mesmo dia e horário.
    2. É dever do licitante atentar para todas as cláusulas do edital, em especial a que se refere à possível incidência do pagamento de taxa de Outorga Onerosa de Alteração de Uso (Onalt) ou do Direito de Construir (Odir).

    Para os licitantes preliminarmente classificados, a documentação exigida no edital deve ser entregue por meio da plataforma online, acessando-se o site www.terracap.df.gov.br, no menu Serviços, opção Requerimento Online, ou por meio do endereço eletrônico da Comissão de Licitação: copli@terracap.df.gov.br.

    2020-11-24 17:23:05 - Cartilhas
  • Terracap licita terrenos com entradas a partir de R$ 2 mil

    O Edital de Licitação de Imóveis nº 12/2020 da Agência de Desenvolvimento Econômico do Distrito Federal (Terracap) está aberto. Há lotes com preços acessíveis, que cabem em todos os bolsos. Pequenos investidores podem iniciar ou ampliar o próprio negócio. Também tem terreno para quem quer construir a casa própria. Com pouco mais de R$ 2 mil é possível dar entrada em um terreno no Riacho Fundo II, por exemplo. E não precisa ser pessoa jurídica para participar do processo licitatório, pessoas físicas podem aproveitar a oportunidade. São 122 lotes disponíveis nos quatro cantos do DF.

    Os interessados devem ficar atentos aos prazos: caução até dia 11 de novembro e licitação em 12 de novembro. As condições de pagamento são: 5% de caução, entrada (com abatimento da caução) e o restante em até 180 meses, a depender do imóvel escolhido. O edital, com a lista dos lotes disponíveis, está disponível para download no site: www.terracap.df.gov.br

    Todo o procedimento licitatório pode ser feito via online, por meio portal da Agência. Já os clientes que tiverem interesse de entregar a proposta de compra e o comprovante da caução pessoalmente, ainda contam com a opção do drive-thru, no estacionamento do edifício-sede da Terracap.

    Segundo o diretor de Comercialização da Terracap, Júlio César Reis, as pessoas costumam enxergar a Terracap como uma empresa distante, que vende imóveis somente para grandes investidores. “As nossas oportunidades se encaixam em todas as classes sociais. Nós vendemos imóveis para grandes investidores, mas temos imóveis para habitação que custam a partir de R$ 100 mil, assim como para comércio, indústria, serviços e atividades institucionais que podem viabilizar o empreendimento”, comenta.

    Somente no Riacho Fundo II, são 21 terrenos, com entradas que variam de R$ 2,7 mil a R$ 12,8 mil, e áreas de 48 m² a 268 m². A destinação da dos terrenos é ampla e atende boa parte do setor produtivo local: indústria, comércio, serviços e institucional. Além disso, em alguns dos casos, é permitido, simultaneamente, o uso residencial no mesmo lote.

    Terrenos com preços acessíveis também podem ser encontrados na Samambaia. Na região administrativa, são 22 lotes à venda, com entradas a partir de R$ 3,3 mil. Todas as oportunidades podem ser parceladas em 15 anos.

    Há, também, projeções para o grande investidor. Destaque para as projeções em Águas Claras e no Noroeste, destinados para a construção de habitações coletivas. 

    Jardim Botânico

    E quem procura um terreno para morar, não pode perder a licitação de novembro. A região do Jardim Botânico é uma das mais disputadas nos editais. Desta vez, são seis lotes, na Avenida das Paineiras, nas quadras 3, 5 e 7. As entradas são a partir de R$ 22 mil e os terrenos variam de 880 m² a 1,2 mil m².

    O autônomo Cleson Souza foi um dos licitantes de outubro. Ele escolheu um lote unifamiliar, para construir a casa própria. “Quis participar da licitação na Terracap por ser uma empresa segura, confiável. “Além de serem lotes regularizados, para mim, é mais viável financeiramente participar da licitação, pelas condições que a empresa oferece”, disse, na oportunidade.

    Outras oportunidades

    Há, ainda, outros lotes em Brasília, Ceilândia, Gama, Guará, Núcleo Bandeirante, Taquari, Paranoá, Recanto das Emas, Planaltina, Santa Maria, São Sebastião, Sobradinho e Taguatinga.

     

    Como participar da licitação?

    Alguns cuidados são necessários para participar da licitação. Veja o passo a passo:

    1. Leia atentamente o edital disponível ao site da Terracap;
    2. Escolha o imóvel;
    3. Preencha a proposta de compra – disponível no site da Terracap (https://comprasonline.terracap.df.gov.br/);
    4. Recolha a caução, correspondente a 5% do valor do lote, que funciona como exigência para habilitação na licitação;

    Atenção: O valor deve ser recolhido em uma agência do BRB, mediante depósito identificado, transferência eletrônica (TED) ou pagamento de boleto expedido no site da Terracap, necessariamente em nome do próprio licitante ou pelo seu legítimo procurador até o dia 11 de novembro. A não apresentação da procuração implica em desclassificação automática do licitante. A licitação ocorrerá no dia subsequente, 12/11;

    1. Entregue a proposta. Há duas opções de fazer isto: dirigir-se à Terracap e depositar o documento devidamente preenchido na urna da Comissão de Licitação, no drive-trhu disposto no estacionamento, no dia 12 de novembro, entre 9 e 10h, ou optar pela proposta online, anexando o comprovante de pagamento de caução. Neste caso, a proposta também deve ser enviada eletronicamente no mesmo dia e horário.
    2. É dever do licitante atentar para todas as cláusulas do edital, em especial a que se refere à possível incidência do pagamento de taxa de Outorga Onerosa de Alteração de Uso (Onalt) ou do Direito de Construir (Odir).

    Para os licitantes preliminarmente classificados, a documentação exigida no edital deve ser entregue por meio da plataforma online, acessando-se o site www.terracap.df.gov.br, no menu Serviços, opção Requerimento Online, ou por meio do endereço eletrônico da Comissão de Licitação: copli@terracap.df.gov.br.

    Suzana Leite
    Assessoria de Comunicação Social
    Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap)
    ascom@terracap.df.org.br

    2020-10-28 12:19:25 - Cartilhas

Chat On-line