Javascript de carregamento do Framework Jquery

Buscar

Total: 79 resultados encontrados.

  • Prazo de regularização de imóveis de Arniqueira termina dia 5 de dezembro

     

    Acaba dia 5 de dezembro, próxima segunda-feira, o prazo para que ocupantes de imóveis da URB 001 do Setor Habitacional Arniqueira, local popularmente conhecido por Colônia Agrícola Vereda da Cruz, apresentem a proposta de compra ou concessão do terreno junto à Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap). O chamamento público de venda direta da área contempla 473 imóveis de usos residencial e misto. O edital já está disponível para download no portal da Agência: www.terracap.df.gov.br

    Trata-se do terceiro e maior chamamento público da URB 001. O primeiro edital, lançado em outubro de 2021, contemplou 206 lotes. No mês seguinte, mais 198 ocupantes puderam adquirir os imóveis e ter a tão sonhada escritura pública em mãos, quando foi publicado outro chamamento para a região.

    Dos 473 imóveis, 52 são registrados com uso misto, sendo facultado ao ocupante optar adquirir o lote pelo uso exclusivamente unifamiliar, sempre observando a mudança no seu preço final.

    O valor dos terrenos varia entre R$ 11,2 mil (76 m²) e R$ 699,299,61 (2,5 mil m²) para os de uso residencial exclusivo e entre R$ 170 mil (239 m²) e R$ 1.087.206,78 (2,5 mil m²) para os imóveis de uso misto. Tais valores já preveem a dedução da infraestrutura feita pelos moradores, bem como a valorização decorrente desta implantação.

    É importante que os ocupantes se atentem às regras. Segundo a resolução 269 da Terracap, em vigor desde maio deste ano, o mesmo imóvel pode ser incluído em até três editais, porém com redução gradual dos descontos e benefícios previstos. Assim, somente o primeiro edital garante todos os benefícios oferecidos pela Terracap.

    Nesta oportunidade, os ocupantes que optarem pelo pagamento à vista terão 25% de desconto no valor de venda do imóvel.

    Atualmente, instituições financeiras oferecem linhas de crédito específicas para financiar imóveis oriundos da regularização fundiária. Nesse caso, quem escolher obter o recurso em uma dessas instituições, pagará a prazo para o banco, mas a Terracap receberá o valor integral do imóvel com o desconto para pagamento à vista.

    Os moradores também podem financiar os terrenos diretamente pela Terracap, neste caso, o prazo máximo de pagamento junto à Agência é de até 360 meses para pessoa física e em até 240 meses para pessoas jurídicas. No caso das Associações e cooperativas, o prazo estabelecido é de 36 meses, conforme edital de venda direta.

    Pessoas jurídicas – empresas, sociedades de propósito específico (SPEs), associações e cooperativas podem adquirir os lotes com uso misto, já as pessoas físicas, podem adquirir os lotes já ocupados com qualquer destinação.

    Para obter todos os benefícios do primeiro edital de chamamento, os ocupantes devem entregar a proposta de compra do imóvel e a documentação exigida em edital para dar prosseguimento ao processo de aquisição do imóvel.

    Há duas maneiras de realizar este procedimento. Presencialmente, no edifício-sede da Terracap, localizado no Bloco “F”, Setor de Áreas Municipais (SAM) – atrás do anexo do Palácio do Buriti, das 7h às 19h; ou de forma remota, pelo site da Terracap.

    Para as propostas online, o ocupante deverá entrar no site da Terracap e procurar pelo menu “Serviços”. Ao encontrá-lo, deve seguir os passos: clique em “Regularização - Venda Direta”. Ao abrir a página “Terracap - Serviços online”, acesse a plataforma com os dados de login. Na página inicial, clique em “Regularize Venda Direta”. Selecionado o “Regularize Venda Direta”, opte por “Passo 1 – Criar Cadastro”. Após o cadastro criado, um novo passo será inserido: “Passo 2 – Criar proposta”. Neste momento, será feita a confirmação das informações inseridas e o upload dos documentos. Encaminhe-os. O processo de envio estará concluído e somente após esta fase a proposta será válida.

    Mais informações podem ser obtidas por meio dos canais de atendimento da Terracap, no call center (61) 3350-2222, ou pelo atendimento remoto, por meio do chat online. É só acessar: www.terracap.df.gov.br

    Assessoria de Comunicação Social
    Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap)
    ascom@terracap.df.org.br
    Foto: Daniel Santos/Ascom Terracap

    2022-11-29 14:44:49 - Cartilhas
  • Biotic será apresentado durante Seminário de Inovação

    O Parque Tecnológico de Brasília –  Biotic estará presente no Seminário InovEgov: um dia para falar sobre soluções, ideias e experiências em inovação. O evento é realizado pela Secretaria de Orçamento e Planejamento do DF (Seplad), por meio da Escola de Governo do Distrito Federal (EGOV/DF), e tem com o objetivo de fomentar a discussão sobre novas e criativas ideias para o setor público. O encontro está marcado para a próxima terça-feira, 22 de novembro, das 8h às 18h, no auditório da EGOV, localizado no Setor de Garagens Oficias AE 1, lote 1 . 

     

    O seminário contará com a presença de gestores do governo local e federal, que apresentarão pitchs de 20 minutos para expor seus projetos e com moderadores especialistas no tema para condução dos debates. A ideia é sensibilizar servidores públicos quanto ao conceito e as práticas de inovação e será dividido em quatro eixos principais: foco em pessoas e qualidade de vida, educação, laboratórios de inovação e inovação em Governo.

     

    Na oportunidade, o gerente executivo Hideraldo Luiz de Almeida será responsável pelo Pitch 3, apresentando o Biotic - A cidade viva da inovação. O Parque Tecnológico de Brasília faz parte do Painel Laboratórios de Inovação, que inicia às 14h. Moderado por Gilmar Marques, da FAP-DF, o painel ainda contará com três pitches: Atuação em redes para a inovação em governo; Gestação, nascimento e primeiros passos do Inova-ANA; e Laboratório de Inovação Social.

     

    “Um dos objetivos da Biotic S/A é fazer do Parque Tecnológico de Brasília um bairro vibrante - com escritórios, universidades, comércios, residências, praças e parques que se harmonizam com a riqueza da paisagem circundante, unido os conceitos de um parque tecnológico com o de uma cidade inteligente para criar a cidade viva da inovação”, destaca Hideraldo Almeida. O ecossistema de inovação do Parque Biotic é composto por espaços destinados a universidades, agências de inovação, laboratórios de pesquisa, núcleos de inovação tecnológica, hubs de captação de investimento, aceleradores, incubadoras e o coworking, como os já existentes: Sebraelab, BRB Lab, CIT Detran, Laboratório 360º do Instituto Federal de Brasília, Laboratório Include, Aceleradora Cotidiano e muitos outros projetos de apoio a empreendedores inovadores em colaboração com múltiplas conexões de negócio.

     

    Na programação, ainda haverá painéis sobre Inovação com foco em pessoas e qualidade de vida; Inovação na Educação; e Inovação no Governo.

     

    As inscrições poderão ser feitas no site da Escola de Governo, por meio do link: https://sistemas.df.gov.br/EGOV/DetalheTurma.aspx?TurmaId=1339

    2022-11-21 20:03:49 - Cartilhas
  • Terracap complementa infraestrutura básica no Setor de Mansões Lago Norte

    A Agência de Desenvolvimento Econômico do Distrito Federal (Terracap) contrata, por meio de licitação pública, empresa especializada para a execução das obras de drenagem urbana e pavimentação asfáltica, meios fios, sinalização, calçadas, na via de acesso local e residencial para o lote 5, do Conjunto M1, ML 8 - Lago Norte, Setor de Mansões.

    Segundo o Aviso de Licitação publicado no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF), o certame está marcado para o dia 9 de dezembro, às 10h. O critério de julgamento é o menor preço, ou seja, será declarado vencedor o licitante que apresentar a proposta mais vantajosa para a administração pública. O credenciamento do representante e a entrega dos envelopes devem ser feitos até a mesma data, às 9h.

    As obras de infraestrutura são fundamentais para o desenvolvimento socioeconômico da região, e tem o objetivo de trazer mais qualidade de vida para os moradores do local. A Terracap é responsável pela implantação de infraestrutura básica dos seus empreendimentos, em cumprimento à Lei nº 6.766/1979.

    As empresas interessadas em participar da concorrência já podem fazer o download do edital por meio do site da Terracap, na seção Licitações Compras/Serviços. Para acessar os demais documentos referentes à Licitação Presencial nº 30/2022, basta clicar aqui. 

    Serviço

    Mais informações podem ser obtidas no call center da Terracap, no número (61) 3350-2222 ou via chat on-line, disponível no portal da Agência (www.terracap.df.gov.br). O atendimento é feito de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h.

    Assessoria de Comunicação Social
    Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap)
    ascom@terracap.df.org.br

    2022-11-18 13:45:42 - Cartilhas
  • Terracap licita 96 terrenos em novembro

     

    O investidor que deseja iniciar o negócio ou mesmo aquele que já possui um empreendimento e planeja ampliá-lo deve ficar atento ao novo Edital de Licitação de Imóveis publicado pela Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap). No mês de novembro, são 96 oportunidades espalhadas em 14 regiões administrativas em todo o DF. Somente na Samambaia, há 49 terrenos disponíveis para venda e concessão com foco na indústria, no comércio e na prestação de serviços. Mas, para quem quer um imóvel para morar, ainda há raros lotes residenciais no Jardim Botânico e no Taquari. 

    Para fazer o download do edital, com valores e metragens dos imóveis, é só acessar o portal da empresa em: www.terracap.df.gov.br.   Podem participar do processo licitatório quaisquer pessoas, física ou jurídica. Os interessados devem ficar atentos aos prazos: caução até dia 24 de novembro e licitação no dia subsequente (25). As condições de pagamento são: 5% de caução, entrada (com abatimento da caução) e o restante em até 180 meses, a depender do imóvel escolhido. Há, ainda, imóveis disponíveis para concessão mensal.

    Todo o procedimento licitatório pode ser feito via online. Já os clientes que tiverem interesse de entregar a proposta de compra e o comprovante da caução pessoalmente, ainda contam com a opção do drive-thru, no estacionamento do edifício-sede da Terracap. A licitação é transmitida ao vivo pelo canal da Agência no Youtube.

    Samambaia sempre será uma boa aposta para investimentos. Considerada uma das cidades mais pulsantes do DF, o comercio local encontra-se em franca expansão. Samambaia ganhou recentemente cerca de 700 unidades habitacionais, o que amplia o crescimento populacional de forma ordenada, e, por consequência, a demanda pela oferta de comércio e serviços. Atualmente, a região abriga mais de 250 mil moradores. Segundo o GDF, desde 2019, foram investidos somente ali mais de 194 milhões em obras e melhorias diversas.

    Na região, encontram-se, por exemplo, terrenos com 50 m² e entrada a partir de R$ 3,9 mil, mas, ainda, projeções com metragens que chegam a 2,9 mil m². Neste caso, a entrada inicia em R$ 242 mil.

    O desenvolvimento do Riacho Fundo II segue um caminho parecido. Programas habitacionais implementados no local e o número de habitantes que hoje, segundo dados da Administração Regional, ultrapassam 100 mil, têm chamado a atenção do setor produtivo. Ali, são oito opções de terreno, sendo seis para venda e dois para concessão mensal. As metragens variam de 91 m² a 2,3 mil m².

    Há, ainda, sete opções no Paranoá Parque. Esse ano, o local recebeu importantes investimentos como a duplicação da BR-250, as obras do viaduto que liga o Paranoá ao Itapoã. Os imóveis, localizados na quadra 501, têm metragens de 840 m² a 1,5 mil m². Com entradas a partir de 11,7 mil.

    O edital traz oportunidades para quem deseja um bom lugar para morar. São apenas dois lotes, entre as últimas unidades residenciais do Jardim Botânico e do Taquari: ambas as unidades são de 800 m², com entradas de R$ 26,2 mil e R$ 31 mil, respectivamente.

     

    Como participar da licitação?

    Alguns cuidados são necessários para participar da licitação. Veja o passo a passo:

    1. Leia atentamente o edital disponível ao site da Terracap;
    2. Escolha o imóvel;
    3. Preencha a proposta de compra – disponível no site da Terracap (https://comprasonline.terracap.df.gov.br/);
    4. Recolha a caução, correspondente a 5% do valor do lote, que funciona como exigência para habilitação na licitação;

    Atenção: O valor deve ser recolhido em uma agência do BRB, mediante depósito identificado, transferência eletrônica (TED) ou pagamento de boleto expedido no site da Terracap, necessariamente em nome do próprio licitante ou pelo seu legítimo procurador até o dia 24 de novembro. A não apresentação da procuração implica em desclassificação automática do licitante. A licitação ocorrerá no dia subsequente, 25/11;

    1. Entregue a proposta. Há duas opções de fazer isto: dirigir-se à Terracap e depositar o documento devidamente preenchido na urna da Comissão de Licitação, no drive-trhu disposto no estacionamento, no dia 25 de novembro, entre 9 e 10h, ou optar pela proposta online, anexando o comprovante de pagamento de caução. Neste caso, a proposta também deve ser enviada eletronicamente no mesmo dia e horário.
    2. É dever do licitante atentar para todas as cláusulas do edital, em especial a que se refere à possível incidência do pagamento de taxa de Outorga Onerosa de Alteração de Uso (Onalt) ou do Direito de Construir (Odir).

    Para os licitantes preliminarmente classificados, a documentação exigida no edital deve ser entregue por meio da plataforma online, acessando-se o site www.terracap.df.gov.br, no menu Serviços, opção Requerimento Online, ou por meio do endereço eletrônico da Comissão de Licitação: copli@terracap.df.gov.br.

    Assessoria de Comunicação Social
    Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap)
    ascom@terracap.df.org.br

    2022-11-18 13:06:01 - Cartilhas
  • Terracap realiza audiência pública sobre alteração de parcelamento no Gama

    A Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap) realizará, no dia 10 de novembro, Audiência Pública para apresentação e discussão do projeto de urbanismo de alteração de parcelamento na Região Administrativa do Gama. O objetivo é a criação do lote Área Especial nº 03A e a relocação dos lotes 1 e 2 destinados às torres de transmissão de sinais de TV. A audiência terá início às 17h, no auditório do edifício-sede da Terracap, com a transmissão ao vivo, por videoconferência, para participação online dos interessados.

    A proposta prevê a criação do lote AE 3A para regularizar ocupação já existente na região, além de redimensionar a área destinada a Torre de Transmissão de Sinais de Televisão, Lote 1 da DF 480, de propriedade da Terracap, e relocar o Lote 2, também destinado a Torre, de propriedade de terceiros.

    Para tanto, serão desafetados 32.851,10 m² de área pública por meio de Lei Complementar.

    As informações necessárias para subsidiar o debate e o regulamento da audiência poderão ser acessados por meio deste link. 

    Assessoria de Comunicação Social
    Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap)
    ascom@terracap.df.org.br

     

    2022-11-09 14:37:22 - Cartilhas
  • Terracap vai regularizar mais 473 imóveis da antiga Colônia Agrícola Vereda da Cruz

    A Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap) dá prosseguimento à regularização dos imóveis da URB 001 do Setor Habitacional Arniqueira, local popularmente conhecido por Colônia Agrícola Vereda da Cruz. Foi publicado nesta sexta-feira, 4 de novembro, no Diário Oficial do DF, o terceiro e maior chamamento público de venda direta da área, contemplando 473 imóveis de usos residencial e misto. Os ocupantes têm até 5 de dezembro para apresentar a proposta de compra ou concessão do terreno junto à Terracap. O edital já está disponível para download no portal da Agência: www.terracap.df.gov.br

    Dos 473 imóveis, 52 são registrados com uso misto, sendo facultado ao ocupante optar adquirir o lote pelo uso exclusivamente unifamiliar, sempre observando a mudança no seu preço final.

    O valor dos terrenos varia entre R$ 11,2 mil (76 m²) e R$ 699,299,61 (2,5 mil m²) para os de uso residencial exclusivo e entre R$ 170 mil (239 m²) e R$ 1.087.206,78 (2,5 mil m²) para os imóveis de uso misto. Tais valores já preveem a dedução da infraestrutura feita pelos moradores, bem como a valorização decorrente desta implantação.

    É importante que os ocupantes se atentem às regras, segundo a resolução 269, da Terracap, em vigor desde maio deste ano. O artigo 13 da resolução estabelece que o mesmo imóvel pode ser incluído em até três editais, porém com redução gradual dos descontos e benefícios previstos. Assim, somente o primeiro edital garante todos os benefícios oferecidos pela Terracap.

    Nesta oportunidade, os ocupantes que optarem pelo pagamento à vista terão 25% de desconto no valor de venda do imóvel.

    Atualmente, instituições financeiras oferecem linhas de crédito específicas para financiar imóveis oriundos da regularização fundiária. Nesse caso, quem escolher obter o recurso em uma dessas instituições, pagará a prazo para o banco, mas a Terracap receberá o valor integral do imóvel com o desconto para pagamento à vista.

    Os moradores também podem financiar os terrenos diretamente pela Terracap, neste caso, o prazo máximo de pagamento junto à Agência é de até 360 meses para pessoa física e em até 240 meses para pessoas jurídicas. No caso das Associações e cooperativas, o prazo estabelecido é de 36 meses, conforme edital de venda direta.

    Ainda de acordo com a Resolução 269 da Terracap, pessoas jurídicas – empresas, sociedades de propósito específico (SPEs), associações e cooperativas podem adquirir os lotes com uso misto, já as pessoas físicas, podem adquirir os lotes já ocupados com qualquer destinação.

    Para obter todos os benefícios do primeiro edital de chamamento, até o dia 05 de dezembro, os ocupantes devem entregar a proposta de compra do imóvel e a documentação exigida em edital para dar prosseguimento ao processo de aquisição do imóvel.

    Há duas maneiras de realizar este procedimento. Presencialmente, no edifício-sede da Terracap, localizado no Bloco “F”, Setor de Áreas Municipais (SAM) – atrás do anexo do Palácio do Buriti, das 7h às 19h; ou de forma remota, pelo site da Terracap.

    Para as propostas online, o ocupante deverá entrar no site da Terracap e procurar pelo menu “Serviços”. Ao encontrá-lo, deve seguir os passos: clique em “Regularização - Venda Direta”. Ao abrir a página “Terracap - Serviços online”, acesse a plataforma com os dados de login. Na página inicial, clique em “Regularize Venda Direta”. Selecionado o “Regularize Venda Direta”, opte por “Passo 1 – Criar Cadastro”. Após o cadastro criado, um novo passo será inserido: “Passo 2 – Criar proposta”. Neste momento, será feita a confirmação das informações inseridas e o upload dos documentos. Encaminhe-os. O processo de envio estará concluído e somente após esta fase a proposta será válida.

    Mais informações podem ser obtidas por meio dos canais de atendimento da Terracap, no call center (61) 3350-2222, ou pelo atendimento remoto, por meio do chat online. É só acessar: www.terracap.df.gov.br

    Retrospectiva

    O governador do DF, Ibaneis Rocha, assinou o projeto de regularização fundiária da URB 001 do Setor Habitacional Arniqueira em fevereiro de 2021. Em julho do mesmo ano, cerca de mil lotes, entre residenciais familiares, comerciais, institucional e equipamentos públicos, foram levados a registro cartorial. Após o registro, a URB 001 passou a ser a nova quadra 10 da Região Administrativa.

    O primeiro edital, lançado em outubro de 2021, contemplou 206 lotes. No mês seguinte, mais 198 ocupantes puderam adquirir os imóveis e ter a tão sonhada escritura pública em mãos, quando foi publicado outro chamamento público de venda direta para a região.

    Assessoria de Comunicação Social
    Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap)
    ascom@terracap.df.org.br

    Foto: Daniel Santos/Ascom Terracap 

    2022-11-07 20:29:07 - Cartilhas
  • Licitação pública do Desenvolve-DF oferta 50 terrenos

     

    A Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap) publicou, na terça-feira, 18 de outubro, o último edital deste ano do Programa de Apoio ao Desenvolvimento do Distrito Federal, o Desenvolve-DF. Empresários de todo o DF, com CNPJ constituído há pelo menos um ano antes da homologação da licitação, podem ter acesso aos terrenos da Terracap por meio da licitação pública da Concessão de Direito Real de Uso (CDRU), com preço menor que o das concessões ordinárias, a partir do compromisso da concessionária de geração e manutenção de empregos. São 50 imóveis lançados para concorrência no certame. As regiões administrativas do Gama e da Ceilândia reúnem a maior oferta de terrenos, mas também há opções em Brasília, Guará, Recanto das Emas, Riacho Fundo, Samambaia e Sobradinho. Acesse o edital, clicando aqui.

    Segundo o diretor de Regularização Social e Desenvolvimento Econômico da Terracap, Leonardo Mundim, "o Desenvolve-DF é um dos programas bem-sucedidos do GDF, pois dá oportunidade a pequenas e grandes empresas de terem um imóvel vinculado para produzir e gerar empregos, com a merecida segurança jurídica euma taxa módica de retribuição mensal".

    Os interessados devem ficar atentos aos prazos. A licitação ocorrerá em 18 de novembro, e o depósito para caução deve ser efetuado até 17 de novembro nas agências do Banco de Brasília (BRB). A caução a ser depositada pelo licitante equivale ao valor de três retribuições mensais mínimas indicadas no imóvel escolhido.

    No Gama, há 12 lotes disponíveis, todos localizados no Setor de Múltiplas Atividades (SMA), com possibilidades usos comercial, prestação de serviços, institucional e industrial. Ali, encontram-se, por exemplo, terrenos com 220 m², com caução a partir de R$ 979,20 e valor de proposta de retribuição mensal a partir de R$ 326,40, uma oportunidade ao pequeno investidor que deseja iniciar um novo negócio.

    Na região administrativa de Ceilândia também há 12 terrenos dispostos para concessão, mas com metragens maiores. Na RA, por exemplo, há imóvel com 1 mil m², sendo R$ 1,4 mil e R$ 470, caução e retribuição mensal, respectivamente. 

    Como funciona?

    Conforme as regras, o vencedor da licitação fará jus à CDRU, por escritura pública registrada no cartório imobiliário, com prazo de cinco a 30 anos, renováveis por mais até 30 anos. Para tanto, pagará à Terracap, após um período de carência que vai de seis a 24 meses, uma taxa de retribuição mensal, sendo o piso licitatório de 0,16% do valor da avaliação da terra nua. O rito é similar ao de uma licitação ordinária de venda da Terracap, com classificação preliminar do licitante que ofertar o maior valor para a concessão mensal.

    Após a licitação, a empresa apresenta à Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) um Projeto de Viabilidade Simplificado (PVS), assumindo o compromisso de geração e manutenção de número de empregos no imóvel concedido.

    A taxa de retribuição paga à Terracap poderá ser reduzida para até 0,12%, caso o negócio gere mais postos de trabalho do que a meta inicialmente prevista no PVS, e ainda com desconto de antecipação de pagamento. Medidas de responsabilidade social e ambiental praticadas pela empresa também darão o direto a reduções na cobrança.

    Serviço

    Mais informações podem ser obtidas por meio dos canais de atendimento da Terracap, no call center (61) 3350-2222, ou pelo atendimento remoto, por meio do chat online. 

    Assessoria de Comunicação Social
    Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap)
    ascom@terracap.df.org.br

    2022-10-19 19:59:52 - Cartilhas
  • Terracap reabre licitação para finalizar infraestrutura no Guará II

    A Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap) republicou o Aviso de Licitação que prevê a complementação de infraestrutura – sistema de drenagem e pavimentação – das QEs 38, 44, 48, 50, 52, 54, 56 e 58 do Guara II. As obras são aguardadas há anos pelos moradores e comerciantes da região. Após superar os problemas que paralisaram as obras por tantos anos, a Terracap abriu a licitação em março deste ano, que foi suspensa pelo TCDF para esclarecimentos. Sanadas as dúvidas com a corte de contas, foi reaberta licitação para contratar nova empresa.

    O certame está marcado para o dia 4 de novembro, às 10h. O critério de julgamento é o menor preço, ou seja, será declarado vencedor o licitante que apresentar a proposta mais vantajosa para a administração pública. O credenciamento do representante e a entrega dos envelopes devem ser feitos até as 9h da mesma data.

    Nos últimos anos, já foram investidos R$ 9 milhões em serviços de infraestrutura no local. Após superar o imbróglio judicial que suspendeu as obras, deixando-as paradas por tantos anos, a Terracap reabre a licitação para contratar nova empresa.

    O objetivo é finalizar a pavimentação das QEs 44, 56 e 58, bem como concluir, nas QEs 38, 44, 48, 50, 52, 54, 56, 58, os estacionamentos previstos no projeto urbanístico e a drenagem pluvial, com ramais de ligação e captação (bocas de lobo). Isso inclui a infraestrutura da QE 56, doada como Área de Regularização de Interesse Social (Aris) à Companhia de Desenvolvimento Habitacional do DF (Codhab).

    As benfeitorias resolvem os atuais desconfortos enfrentados pelos moradores e comerciantes com a falta de pavimentação e drenagem nesses endereços, problema que aumenta consideravelmente nos períodos chuvosos.

    Assessoria de Comunicação Social
    Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap)
    ascom@terracap.df.org.br

    As empresas interessadas em participar da concorrência já podem fazer o download do edital por meio do site da Terracap, na seção Licitações Compras/Serviços. Para acessar os demais documentos referentes à Licitação Presencial nº 44/2021, basta clicar neste link.

    https://www.terracap.df.gov.br/index.php/obras-servicos-one-page?cd_lote_licitacao=1060&nr_edital=44&aa_edital=2021&nr_lote=1

    Serviço

    Mais informações sobre a licitação podem ser obtidas no callcenter da Terracap, no número (61) 3350-2222 ou via chat on-line, disponível no portal da Agência. O atendimento é feito de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h.

    Assessoria de Comunicação Social
    Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap)
    Foto: Daniel Santos/Terracap
    ascom@terracap.df.org.br

     

    2022-10-13 13:10:48 - Cartilhas
  • Terrenos com entradas a partir de R$ 2,3 mil são licitados pela Terracap

    O 10º Edital de Licitação de Imóveis da Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap) já foi publicado e pode ser consultado no site da empresa. Em outubro, são 98 opções disponíveis para venda ou concessão em todo o DF. Desses, quase 60 ficam no Recanto das Emas e na Samambaia. Há opções com entradas iniciais de R$ 2,3 mil e área de 50 m².  Para fazer o download do documento, com valores e metragens dos imóveis, é só clicar aqui. 

    Podem participar do processo licitatório quaisquer pessoas, física ou jurídica. Os interessados devem ficar atentos aos prazos: caução até dia 25 de outubro e licitação no dia subsequente (26). As condições de pagamento são: 5% de caução, entrada (com abatimento da caução) e o restante em até 180 meses, a depender do imóvel escolhido.

    Todo o procedimento licitatório pode ser feito via online. Já os clientes que tiverem interesse de entregar a proposta de compra e o comprovante da caução pessoalmente, ainda contam com a opção do drive-thru, no estacionamento do edifício-sede da Terracap. A licitação é transmitida ao vivo pelo canal da Agência no Youtube.

    Recanto das Emas e Samambaia são regiões com grande potencial para investimento. No Recanto das Emas são 24 oportunidades, parte delas na Avenida Vargem da Bênção, uma das mais importantes da região, que passa de 6 km de extensão. Mas também há terrenos na Avenida Central, assim como na Avenida dos Eucaliptos. Com R$ 2,3 mil de entrada é possível concorrer a um lote na RA. São ofertados em edital projeções com metragens a partir de 50m² a 7,9 mil m².

    Já somente em Samambaia há 35 imóveis disponíveis para venda, com foco no comércio e na prestação de serviços. Ali, encontram-se, por exemplo, terrenos com 100 m² e entrada a partir de R$ 3,3 mil, uma oportunidade ao pequeno investidor que deseja iniciar o negócio ou mesmo àquele que já possui um empreendimento e planeja ampliá-lo. Também há opções maiores, como os dois localizados no Centro Urbano, com tamanho juntos de 2 mil m². Neste caso, não há venda, mas concessão mensal do terreno.

    Outras opções podem ser encontradas no Riacho Fundo II, a grande maioria localizada na Quadra Central. São sete terrenos disponíveis para venda. Eles têm metragem de 450 m² a 1,4 mil m² e entradas a partir de R$ 27 mil.

    Lotes mistos também podem ser encontrados em Ceilândia. Eles permitem os usos comercial, prestação de serviços, institucional, industrial e, ainda, residencial. São oito, ao todo. A maior projeção tem 2,5 mil m², entrada de R$ 86 mil.

    Como participar da licitação?

    Alguns cuidados são necessários para participar da licitação. Veja o passo a passo:

    Leia atentamente o edital disponível ao site da Terracap;

    1. Escolha o imóvel; 
    1. Preencha a proposta de compra – disponível no site da Terracap (https://comprasonline.terracap.df.gov.br/); 
    1. Recolha a caução, correspondente a 5% do valor do lote, que funciona como exigência para habilitação na licitação; 

    Atenção: O valor deve ser recolhido em uma agência do BRB, mediante depósito identificado, transferência eletrônica (TED) ou pagamento de boleto expedido no site da Terracap, necessariamente em nome do próprio licitante ou pelo seu legítimo procurador até o dia 25 de outubro. A não apresentação da procuração implica em desclassificação automática do licitante. A licitação ocorrerá no dia subsequente, 26/10; 

    1. Entregue a proposta. Há duas opções de fazer isto: dirigir-se à Terracap e depositar o documento devidamente preenchido na urna da Comissão de Licitação, no drive-trhu disposto no estacionamento, no dia 26 de outubro, entre 9 e 10h, ou optar pela proposta online, anexando o comprovante de pagamento de caução. Neste caso, a proposta também deve ser enviada eletronicamente no mesmo dia e horário. 
    1. É dever do licitante atentar para todas as cláusulas do edital, em especial a que se refere à possível incidência do pagamento de taxa de Outorga Onerosa de Alteração de Uso (Onalt) ou do Direito de Construir (Odir).

    Para os licitantes preliminarmente classificados, a documentação exigida no edital deve ser entregue por meio da plataforma online, acessando-se o site www.terracap.df.gov.br, no menu Serviços, opção Requerimento Online, ou por meio do endereço eletrônico da Comissão de Licitação: copli@terracap.df.gov.br.

    Assessoria de Comunicação Social
    Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap)
    ascom@terracap.df.org.br

    2022-10-13 13:04:48 - Cartilhas
  • Audiência Pública para criação do lote AE 3A e relocação dos lotes 1 e 2 - torres de TV - na Região Adm. do Gama e minuta de PLC de desafetação

    GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL

    SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO DO DISTRITO FEDERAL

    COMPANHIA IMOBILIÁRIA DE BRASÍLIA – TERRACAP

    AVISO DE AUDIÊNCIA PÚBLICA

     A COMPANHIA IMOBILIÁRIA DE BRASÍLIA - TERRACAP convida a todos os interessados para a Audiência Pública online para apresentação e discussão do projeto de urbanismo de alteração de parcelamento que visa a criação do lote Área Especial nº 03A e relocação dos lotes 1 e 2 destinados às torres de transmissão de sinais de TV, localizados na Região Administrativa do Gama. A audiência será realizada no dia 10 (dez) de novembro de 2022, quinta-feira, com início às 17h e encerramento às 18h30, no Edifício Sede da Terracap, SAM Bloco F, Térreo, auditório, com a transmissão ao vivo, por videoconferência, para participação online dos interessados. As informações necessárias para subsidiar o debate e o regulamento da audiência poderão ser acessados por meio do link: https://www.terracap.df.gov.br/index.php/projetos-e-estudos/audiencias-publicas/. O tema é tratado no processo SEI nº 0111-002104/2002.

     

    Data: 10 (dez) de novembro de 2022, quinta-feira

    Horário de início: às 17h e encerramento às 18h30

    Local: sessão virtual realizada por meio do canal da Terracap transmitida ao vivo, com início da transmissão prevista para 30 minutos antes do horário acima.

    Nota 1: Conforme regulamento da presente audiência pública, e a fim de assegurar a participação pública, estipula-se o prazo limite de 7 de dezembro de 2022 para envio de contribuições, comentários e/ou documentos para serem anexados à Ata da Audiência Pública, que deverão ser encaminhados para o e-mail <gepro@terracap.df.gov.br>. 

    Nota 2: A gravação da audiência encontra-se disponível pelo link <AUDIÊNCIA PÚBLICA - Projeto de Urbanismo URB-MDE-NGB 083/02 Gama – RA II - YouTube>.

    2022-10-10 11:00:36 - Audiências Públicas
  • Tribunal libera o Drenar DF; Terracap lança licitação para contratação de obras

     

    Após esclarecidos os questionamentos do Tribunal de Contas do DF (TCDF), a Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap) publicou, nesta segunda-feira (26/9) o Aviso de Abertura de Licitação do Drenar DF. O projeto solucionará o problema histórico de alagamentos e enxurradas no Plano Piloto de Brasília causados pelos períodos críticos de chuvas, por meio da construção de uma ampla rede de drenagem pluvial complementar ao sistema já existente. A primeira etapa do Drenar DF inicia pela Asa Norte, atendendo a área mais problemática da região, chamada de Faixa 1/2, principalmente nas quadras com final 2.

    O edital da licitação nº 13/2021 pode ser acessado no portal da Agência (www.terracap.df.gov.br), na seção “Licitações Compras/Serviços”. Clique aqui.  O certame visa contratar empresas que executem as obras de engenharia – divididas em cinco lotes – para a implantação da infraestrutura de drenagem na região.

    A solução prevê nova tubulação que começará nas imediações do Estádio Nacional Mané Garrincha e descerá à via L4 Norte, e depois ao Lago Paranoá. Passará paralela às quadras 902 (perto do Colégio Militar), 702, 502, 302, 102, 202 e 402, cruzando com o Eixo Rodoviário Norte (Eixão), além da via L2 Norte até chegar à L4 Norte, próximo ao Setor de Embaixadas Norte.

    Segundo o presidente da Terracap, Izidio Santos Junior, a drenagem do Plano Piloto foi projetada e executada quando nasceu a cidade. Sessenta anos depois, há outra situação, alterações diversas que exigem uma nova rede de captação de águas pluviais. “Um projeto moderno, contemplando toda a região, trará conforto e segurança para transitar em época de chuvas a essa população que tanto já sofreu com inundações”, explica o presidente.

    Ao todo, são 7,68 km de túneis no total. O projeto foi aprovado na Novacap com obras de escavação e estruturação da nova rede subterrânea – entre 12 e 15 m de profundidade - com danos mínimos ao trânsito e à fluidez do dia a dia da população.

    E para receber as águas das chuvas da Faixa 1 e 2 Norte, ao fim do percurso, será construído um reservatório de qualificação de água pluvial. Implantado em uma área de 36 mil m², dentro do Parque Urbano Internacional da Paz, o reservatório funcionará como uma lagoa e terá volume útil de 70 mil m³ de água, podendo chegar ao volume máximo de armazenamento de 96 mil m³.

    “A lagoa será de quantidade e qualidade, responsável por decantar as impurezas, permitindo a retenção da sujeira carregada pelas águas da chuva, objetivando a melhoria da qualidade da água lançada no Lago Paranoá”, explica o diretor técnico da Terracap, Hamilton Lourenço Filho.

    Mais informações podem ser obtidas por meio do call center da Terracap, no número (61) 3342-1103 ou via chat on-line, disponível no portal da Agência. O atendimento é realizado de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h.

    Assessoria de Comunicação Social
    Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap)
    ascom@terracap.df.org.br

     

    2022-10-05 19:52:55 - Cartilhas
  • Licitação pública de terrenos localizados em mais de 10 Regiões Administrativas

     

    A Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap) publicou novo Edital de Licitação de Imóveis. São 78 terrenos disponíveis para venda ou concessão em todo o DF, a grande maioria projeções para a implantação de atividades econômicas diversas, que atendem do pequeno ao grande investidor. Destaque para a concessão do conjunto de imóveis localizados no Polo JK, em Santa Maria, que juntos somam uma área de 750 m². O edital, com valores e metragens dos imóveis, está disponível no site da Terracap. É só clicar aqui. 

    Podem participar do processo licitatório quaisquer pessoas, física ou jurídica. Os interessados devem ficar atentos aos prazos: caução até dia 29 de setembro e licitação no dia subsequente (30). As condições de pagamento são: 5% de caução, entrada (com abatimento da caução) e o restante em até 180 meses, a depender do imóvel escolhido.

    Todo o procedimento licitatório pode ser feito via online. Já os clientes que tiverem interesse de entregar a proposta de compra e o comprovante da caução pessoalmente, ainda contam com a opção do drive-thru, no estacionamento do edifício-sede da Terracap. A licitação é transmitida ao vivo pelo canal da Agência no Youtube.

    Dos mais de 78 imóveis disponíveis para venda, o item 75 fica em uma das melhores localidades do Polo JK, com alta visibilidade comercial, às margens da BR 040. Trata-se de um conjunto de cinco lotes que, juntos, formam 750 m². Não há venda, neste caso. A licitação é da concessão mensal do terreno.

    Ainda no Polo JK, no trecho 1, conjunto 5, há uma única unidade imobiliária com 1,9 mil m² e desponta como uma oportunidade para empreendedores com maior necessidade de potencial construtivo. Ali, podem ser implementadas atividades comerciais, industriais e institucionais, além da oferta da prestação de serviços. A licitação também é da concessão mensal do terreno.

    Também há oportunidades no Setor Habitacional Noroeste. A localidade se consolida na capital federal como a melhor oportunidade seja para morar, seja para investimento em comércio e prestação de serviços. Com um mercado consumidor local de alta renda, a Terracap oferece neste edital sete terrenos destinados aos investidores que desejam empreender, bem como a utilização do terreno para uso residencial complementar. Os imóveis têm metragem de 728 m² a 740 m², com entradas a partir de R$ 384,5 mil. 

    Outras opções podem ser encontradas no Riacho Fundo II. São seis terrenos disponíveis, sendo um para concessão mensal e os demais para venda. Eles têm metragem de 312 m² a 450 m² e entradas a partir de R$ 19 mil.

    Regiões Administrativas como Ceilândia, Gama, Núcleo Bandeirante, Recanto das Emas, Samambaia, Santa Maria, Sobradinho e Taguatinga também têm terrenos disponíveis.

    Como participar da licitação?

     Alguns cuidados são necessários para participar da licitação. Veja o passo a passo:

    Leia atentamente o edital disponível ao site da Terracap;

    1. Escolha o imóvel;
    2. Preencha a proposta de compra – disponível no site da Terracap (https://comprasonline.terracap.df.gov.br/);
    3. Recolha a caução, correspondente a 5% do valor do lote, que funciona como exigência para habilitação na licitação;

    Atenção: O valor deve ser recolhido em uma agência do BRB, mediante depósito identificado, transferência eletrônica (TED) ou pagamento de boleto expedido no site da Terracap, necessariamente em nome do próprio licitante ou pelo seu legítimo procurador até o dia 29 de setembro. A não apresentação da procuração implica em desclassificação automática do licitante. A licitação ocorrerá no dia subsequente, 30/9;

    1. Entregue a proposta. Há duas opções de fazer isto: dirigir-se à Terracap e depositar o documento devidamente preenchido na urna da Comissão de Licitação, no drive-trhu disposto no estacionamento, no dia 30 de setembro, entre 9 e 10h, ou optar pela proposta online, anexando o comprovante de pagamento de caução. Neste caso, a proposta também deve ser enviada eletronicamente no mesmo dia e horário.
    2. É dever do licitante atentar para todas as cláusulas do edital, em especial a que se refere à possível incidência do pagamento de taxa de Outorga Onerosa de Alteração de Uso (Onalt) ou do Direito de Construir (Odir).

    Para os licitantes preliminarmente classificados, a documentação exigida no edital deve ser entregue por meio da plataforma online, acessando-se o site www.terracap.df.gov.br, no menu Serviços, opção Requerimento Online, ou por meio do endereço eletrônico da Comissão de Licitação: copli@terracap.df.gov.br.

    Assessoria de Comunicação Social
    Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap)
    ascom@terracap.df.org.br

    2022-09-23 12:23:06 - Cartilhas
  • Terracap licita 111 lotes em todo o DF

     

    A Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap) publicou o Edital de Licitação de imóveis 08/2022, com 111 opções de lotes para venda em todo o DF. O certame marcado para 31 de agosto licitará desde projeções no Noroeste até terrenos para o pequeno investidor em regiões administrativas como Samambaia. Ali, os empreendedores poderão encontrar, por exemplo, lotes de 100 m², com entradas iniciais de R$ 3,5 mil. O edital, com valores e metragens dos imóveis, está disponível neste link. 

    Podem participar do processo licitatório quaisquer pessoas, física ou jurídica. Os interessados devem ficar atentos aos prazos: caução até dia 30 de agosto e licitação no dia subsequente (31). As condições de pagamento são: 5% de caução, entrada (com abatimento da caução) e o restante em até 180 meses, a depender do imóvel escolhido.

    Todo o procedimento licitatório pode ser feito via online, por meio portal da Agência. Ou seja, é possível comprar o terreno sem sair de casa, com toda comodidade. Já os clientes que tiverem interesse de entregar a proposta de compra e o comprovante da caução pessoalmente, ainda contam com a opção do drive-thru, no estacionamento do edifício-sede da Terracap. A licitação é transmitida ao vivo pelo canal da Agência no Youtube.

    O aumento da densidade populacional de alta renda que caracteriza o Setor Noroeste tem sido acompanhado de perto pelos investidores. Com crescimento da população, também se amplia a necessidade por comércio e pela prestação de serviços. Isso faz com que aumente, também, a demanda por lotes comerciais no local.

    A Terracap oferta, neste edital, três unidades no Noroeste com destinação a comércio de bens e prestação de serviços, com uso complementar residencial – habitação coletiva. Os imóveis têm metragem de 780 m², com entradas a partir de R$ 402 mil. Também há oportunidades para pequenos lotes de 15 m², destinados a banca de jornal.

    Já outro destaque deste mês é o lote residencial localizado na QI 28 do Lago Sul. O terreno de 540 m² e entrada de R$ 54,5 mil. Trata-se de oportunidade única, já que é uma das áreas mais valorizadas do DF e restam poucas unidades localizadas no Lago Sul no estoque da Terracap.

    No Guará também há opções. São quatro localizados nas QEs 50 e 56, todos com metragem de 900 m² e entradas a partir de R$ 81 mil. Na quadra 10 da SCIA, a unidade tem 3,5 m². Neste caso, a Terracap está licitando a concessão mensal do terreno.

    Há, ainda, diversos lotes com variadas destinações no Paranoá, Recanto das Emas, Riacho Fundo II, Samambaia, entre outras localidades.

     

    Como participar da licitação?

    Alguns cuidados são necessários para participar da licitação. Veja o passo a passo:

    Leia atentamente o edital disponível ao site da Terracap; 

    1. Escolha o imóvel; 
    1. Preencha a proposta de compra – disponível no site da Terracap (https://comprasonline.terracap.df.gov.br/); 
    1. Recolha a caução, correspondente a 5% do valor do lote, que funciona como exigência para habilitação na licitação; 

    Atenção: O valor deve ser recolhido em uma agência do BRB, mediante depósito identificado, transferência eletrônica (TED) ou pagamento de boleto expedido no site da Terracap, necessariamente em nome do próprio licitante ou pelo seu legítimo procurador até o dia 30 de agosto. A não apresentação da procuração implica em desclassificação automática do licitante. A licitação ocorrerá no dia subsequente, 31/8; 

    1. Entregue a proposta. Há duas opções de fazer isto: dirigir-se à Terracap e depositar o documento devidamente preenchido na urna da Comissão de Licitação, no drive-trhu disposto no estacionamento, no dia 31 de agosto, entre 9 e 10h, ou optar pela proposta online, anexando o comprovante de pagamento de caução. Neste caso, a proposta também deve ser enviada eletronicamente no mesmo dia e horário. 
    1. É dever do licitante atentar para todas as cláusulas do edital, em especial a que se refere à possível incidência do pagamento de taxa de Outorga Onerosa de Alteração de Uso (Onalt) ou do Direito de Construir (Odir).

    Para os licitantes preliminarmente classificados, a documentação exigida no edital deve ser entregue por meio da plataforma online, acessando-se o site www.terracap.df.gov.br, no menu Serviços, opção Requerimento Online, ou por meio do endereço eletrônico da Comissão de Licitação: copli@terracap.df.gov.br.

     

    Alerta

    A Terracap informa, ainda, que não há intermediários no processo licitatório, ou seja, não há representantes da empresa designados a apresentar os lotes, como, por exemplo corretores. Há pessoas que, de má-fé, têm feito esse papel para ludibriar possíveis licitantes.

    O certame é público e todas as regras constam em edital. Para obter detalhes sobre os imóveis, é importante visitar o local, bem como acessar os detalhes da vistoria da Terracap, no portal www.terracap.df.gov.br. Mais informações também só devem ser obtidas na própria Terracap, das 7h às 19h, no call center (61) 3350-2222, ou pelo atendimento remoto, por meio do chat online.

    Assessoria de Comunicação Social
    Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap)
    ascom@terracap.df.org.br

     

    2022-08-12 14:47:40 - Cartilhas
  • Terracap licita imóveis comerciais no Itapoã Parque


    No fim do mês de junho, o conjunto habitacional Itapoã Parque começou a receber os primeiros moradores. As chaves de 640 apartamentos, das mais de 12 mil unidades habitacionais, foram entregues às famílias beneficiadas. A expectativa é que o novo bairro, dentro do Itapoã, abrigue cerca de 50 mil pessoas. E para atender a demanda por comércio e serviços da população que já começa a se instalar, a Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap) disponibilizou para venda lotes de uso misto no local, no 7º edital de Licitação de Imóveis.

    O documento, com valores e metragens dos imóveis, está disponível para download no site da Terracap. Clique aqui e confira.

    Podem participar do processo licitatório quaisquer pessoas, física ou jurídica. Os interessados devem ficar atentos aos prazos: caução até dia 28 de julho e licitação em 29. As condições de pagamento são: 5% de caução, entrada (com abatimento da caução) e o restante em até 180 meses, a depender do imóvel escolhido.

    Todo o procedimento licitatório pode ser feito via online, por meio portal da Agência. Ou seja, é possível comprar o terreno sem sair de casa, com toda comodidade. Já os clientes que tiverem interesse de entregar a proposta de compra e o comprovante da caução pessoalmente, ainda contam com a opção do drive-thru, no estacionamento do edifício-sede da Terracap. A licitação é transmitida ao vivo pelo canal da Agência no Youtube.

    No Itapoã Parque são sete opções. O maior imóvel, localizado na esquina da quadra 502, possui 1,5 mil m². A entrada é de R$ 20,9 mil. Os demais terrenos são de 840 m², cada, com entradas que iniciam em R$ 1,7 mil. Os terrenos permitem a implementação de atividades comerciais, prestação de serviço, institucional e industrial.

    A região norte começa a ganhar nova forma a partir dos programas habitacionais que, ali, atendem a política habitacional do DF. Com isso, passa a ser grande oportunidade de investimento no curto e médio prazo.

    Mas também há opções em outras 11 Regiões Administrativas. Ao todo, o 7º edital traz 97 imóveis. Em Ceilândia, por exemplo, há diversos imóveis. Boa parte deles estão localizados no Setor de Indústrias, que concentra grandes empresas e é responsável pelo desenvolvimento econômico e geração de empregos da região.

    Setor Noroeste

    A alta demanda por lotes comerciais no Setor Noroeste representa a consolidação do bairro. O aumento da densidade populacional de alta renda que caracteriza o setor tem sido acompanhado de perto pelos investidores. Com crescimento da população, também se amplia a necessidade por comércio e pela prestação de serviços.

    A Terracap oferta, neste edital, nove unidades no Noroeste com destinação a comércio de bens e prestação de serviços, com uso complementar residencial – habitação coletiva. Os lotes têm metragem de 3,7 mil m² a 740 m², com entradas a partir de R$ 382 mil.

    Como participar da licitação?

    Alguns cuidados são necessários para participar da licitação. Veja o passo a passo:

    Leia atentamente o edital disponível ao site da Terracap;

    1. Escolha o imóvel;

    2. Preencha a proposta de compra – disponível no site da Terracap (https://comprasonline.terracap.df.gov.br/);

    3. Recolha a caução, correspondente a 5% do valor do lote, que funciona como exigência para habilitação na licitação;

    Atenção: O valor deve ser recolhido em uma agência do BRB, mediante depósito identificado, transferência eletrônica (TED) ou pagamento de boleto expedido no site da Terracap, necessariamente em nome do próprio licitante ou pelo seu legítimo procurador até o dia 28 de julho. A não apresentação da procuração implica em desclassificação automática do licitante. A licitação ocorrerá no dia subsequente, 29/7;

    4. Entregue a proposta. Há duas opções de fazer isto: dirigir-se à Terracap e depositar o documento devidamente preenchido na urna da Comissão de Licitação, no drive-trhu disposto no estacionamento, no dia 29 de julho, entre 9 e 10h, ou optar pela proposta online, anexando o comprovante de pagamento de caução. Neste caso, a proposta também deve ser enviada eletronicamente no mesmo dia e horário.

    5. É dever do licitante atentar para todas as cláusulas do edital, em especial a que se refere à possível incidência do pagamento de taxa de Outorga Onerosa de Alteração de Uso (Onalt) ou do Direito de Construir (Odir).


    Para os licitantes preliminarmente classificados, a documentação exigida no edital deve ser entregue por meio da plataforma online, acessando-se o site www.terracap.df.gov.br, no menu Serviços, opção Requerimento Online, ou por meio do endereço eletrônico da Comissão de Licitação: copli@terracap.df.gov.br.

     

    Assessoria de Comunicação Social
    Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap)
    ascom@terracap.df.org.br

     

     

    2022-07-19 20:41:29 - Cartilhas
  • Terracap: lotes vendidos em Águas Claras não são públicos


    Mesmo com ofício do MP solicitando extinção de Ação Civil Pública, juízo concedeu liminar

    Os lotes comercializados pela Companhia Imobiliária de Brasília (Terracap) em Águas Claras, na Praça Tiziu, lote 2 na quadra 104, e na Avenida Parque Águas Claras, lote 1405, sempre foram de propriedade da empresa e não destinados a equipamento público. Corre na justiça uma Ação Civil Pública proposta por Associação de Moradores e Amigos de Águas Claras/DF (Amaac) que questiona a destinação do imóvel alienado à terceiro. A Terracap defende que o processo de venda dos imóveis respeitou a legislação em vigor em todos os seus aspectos. Cabe ressaltar que, intimado a se manifestar no processo, o Ministério Público do Distrito Federal e dos Territórios (MPDFT) oficiou o juízo pela extinção da ação. Nesta terça-feira (14), a empresa irá recorrer da liminar concedida para que o ofício do MP seja acolhido.

    Entenda o caso - Em resumo, a associação pede a declaração de inconstitucionalidade dos incisos de I a VII do art. 107 da Lei Complementar Distrital nº 948/2019 (LUOS), mantidos pela LC nº 1.007/2022, os quais permitiram a alteração dos usos de lotes situados em Águas Claras, anteriormente qualificados como de uso institucional, educação e saúde, a associação também pretende a alteração da destinação do imóvel alienado à terceiro.

    Os lotes sempre foram destinados ao uso privado, ou seja, não foram criados para “uso público” – escola pública, ademais sempre foram de propriedade da Terracap e não destinados a equipamento público, como pressupõe a associação de moradores. Além disso, caso o comprador opte pela construção de escola privada, se for o caso, este uso é permitido. Por força do Plano Diretor Local de Taguatinga – PDL (Lei Complementar n.º 90/1998), os usos possíveis para estes lotes foram ampliados para a classificação ‘L1’, que permite uso comercial, industrial e institucional, sendo vedado o uso residencial, bem como atividades de alta incomodidade. Posteriormente, em 2019, por força da Lei de Uso e Ocupação do Solo (LUOS), foram mantidos os usos comercial, industrial e institucional e foi aberta a possibilidade do uso residencial, mediante pagamento de Outorga Onerosa por Alteração de Uso (ONALT).

    No pedido pela extinção da ação, a promotora Yara Maciel Camelo destacou que os pedidos da associação se confundem com a causa de pedir da ação, que diz respeito à inconstitucionalidade de dispositivos da LUOS. “O que torna incabível o manejo da ação civil pública, eis que se pretende a declaração de inconstitucionalidade de dispositivos da LUOS, sendo certo que tal objetivo deve ser buscado em sede de Ação Direta de Inconstitucionalidade perante o Eg. TJDFT e se objetiva, ainda, por consequência, a paralisação de obras que vem ocorrendo em lotes alienados pela TERRACAP, em que se requer a declaração de inconstitucionalidade por suposto vício material, obras estas que seguiram o devido trâmite administrativo”, argumentou.

    Assessoria de Comunicação Social
    Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap)
    ascom@terracap.df.org.br

    2022-06-14 20:29:16 - Cartilhas
  • Terracap inicia regularização dos imóveis comerciais da Colônia Agrícola Sucupira

    A Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap) publicou, no Diário Oficial do DF desta terça-feira, 14 de junho, o Edital de Chamamento para Concessão Onerosa de Uso para ocupantes de imóveis comerciais dos módulos da Colônia Agrícola Sucupira, localizada no Riacho Fundo I. A regularização fundiária contempla 60 lotes. O valor da concessão será de 0,3% do valor de mercado do imóvel, apurado por meio de avaliação feita pela Terracap.

    O edital de concessão, contendo o endereço, a metragem e o valor de mercado dos imóveis está disponível para download clicando aqui. 

    Até o dia 12 de agosto, os ocupantes devem entregar a proposta de Concessão Onerosa de Uso do imóvel e a documentação exigida em edital para dar prosseguimento ao processo de regularização.

    A entrega deve ser realizada de forma presencial, no edifício-sede da Terracap, localizado no Bloco “F”, Setor de Áreas Municipais (SAM) – atrás do anexo do Palácio do Buriti, das 7h às 19h.

    Nova modalidade para fins de regularização

    No início do mês, a Terracap participou de uma reunião com ocupantes da área, realizada na Administração Regional do Riacho Fundo I.

    Na ocasião, o gerente de Venda Direta da Terracap, Renato Leal, explicou como se dará a regularização dos lotes, uma vez que se trata de um setor ainda não registrado.

    “A Agência criou uma nova modalidade para áreas que são objeto de regularização, que é o Instrumento Particular de Concessão de Uso com Opção de Compra. O prazo do contrato será de cinco anos, renováveis por mais cinco”, explicou Leal.

    Quando o projeto de regularização do setor estiver registrado em cartório, o concessionário será comunicado pela Terracap e terá o prazo de 90 dias para exercer seu direito de adquirir o imóvel, por meio do programa de Venda Direta.

    Ainda segundo Renato, “a grande vantagem da concessão é proporcionar a legalidade na atividade comercial, já que, por meio do contrato, o empresário poderá renovar o Registro de Licenciamento da Empresa (RLE), emitir alvarás de construção etc.”

    Mais informações podem ser obtidas por meio dos canais de atendimento da Terracap, no call center (61) 3342-1103, ou pelo atendimento remoto, por meio do chat online. É só acessar o portal da empresa.

    Assessoria de Comunicação Social
    Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap)
    ascom@terracap.df.org.br

     

    2022-06-14 18:52:08 - Cartilhas
  • Terracap inicia cadastramento de lotes comerciais da Colônia Agrícola Sucupira

     

    A Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap) abre, nesta segunda-feira, 6 de junho, cadastramento para ocupantes de imóveis comerciais dos módulos da Colônia Agrícola Sucupira, localizada no Riacho Fundo I. Este é o primeiro passo para participar do processo de regularização fundiária, e tem a finalidade de identificar os ocupantes dos lotes. São, ao todo, 61 imóveis de uso comercial, misto e institucional na localidade.

    E para tratar sobre o assunto com os ocupantes, a Terracap participou de uma reunião realizada na Administração Regional do Riacho Fundo I, na manhã da última sexta-feira (3), com cerca de 60 participantes. Na ocasião, o gerente de Venda Direta da Terracap, Renato Leal, explicou como se dará a regularização dos lotes, uma vez que se trata de um setor ainda não registrado.

    “A Agência criou uma nova modalidade para áreas que são objeto de regularização, que é o Instrumento Particular de Concessão de Uso com Opção de Compra. O prazo do contrato será de cinco anos, renováveis por mais cinco”, explicou Leal.

    O instrumento contemplará imóveis que já exercem atividade comercial. O valor da concessão será de 0,3% do valor de mercado do imóvel, apurado por meio de avaliação feita pela Terracap.

    Quando o projeto de regularização do setor estiver registrado em cartório, o concessionário será comunicado pela Terracap e terá o prazo de 90 dias para exercer seu direito de adquirir o imóvel por meio deste programa de Venda Direta.

    Ainda segundo Renato, “a grande vantagem da concessão é proporcionar a legalidade na atividade comercial, já que, por meio do contrato, o empresário poderá renovar o Registro de Licenciamento da Empresa (RLE), emitir alvarás de construção etc.”

    O cadastro é obrigatório para participar do processo de regularização. Todo o procedimento é online. Ao entrar na página da Terracap (www.terracap.df.gov.br), o interessado encontrará a seção “Regularize Imóveis”. No campo, haverá a aba “Sucupira - Riacho Fundo I, Cadastre-se”. Basta clicar no link e fornecer as informações solicitadas pela Agência.

    O mesmo procedimento pode ser feito via dispositivo móvel, pelo aplicativo para as plataformas Android e iOS, denominado “Terracap”.

    Após essa etapa, a Terracap publicará edital de chamamento, contendo endereços, metragem e valores, convocando os ocupantes a apresentarem a proposta de concessão do imóvel.

    Mais informações podem ser obtidas por meio dos canais de atendimento da Terracap, no call center (61) 3342-1103, ou pelo atendimento remoto, por meio do chat online. É só acessar o portal da empresa.

     

    Assessoria de Comunicação Social
    Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap)
    ascom@terracap.df.org.br

    2022-06-07 17:42:30 - Cartilhas
  • Terracap realiza licitação pública com 111 opções de imóveis em todo o DF

     

    A procura por imóveis no DF continua crescendo. O último levantamento realizado na capital federal mostra que, somente em fevereiro deste ano, o Índice de Velocidade de Vendas (IVV) avançou 9% se comparado com o mês imediatamente anterior. E aqueles que buscam oportunidades para morar ou investir no próprio negócio podem participar das licitações de imóveis da Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap). Somente em maio, são 111 lotes disponíveis para venda. Destaque para terrenos de uso residencial no Guará e no Jardim Botânico que voltaram a figural em edital. O documento, com valores e metragens dos imóveis, está disponível para download. Clique aqui. 

    Podem participar do processo licitatório quaisquer pessoas, física ou jurídica. Os interessados devem ficar atentos aos prazos: caução até dia 26 de maio e licitação no dia subsequente (27/5), a partir das 9h. As condições de pagamento são: 5% de caução, entrada (com abatimento da caução) e o restante em até 180 meses, a depender do imóvel escolhido.

    Todo o procedimento licitatório pode ser feito via online, por meio portal da Agência, sem sair de casa, com toda comodidade. Já os clientes que tiverem interesse de entregar a proposta de compra e o comprovante da caução pessoalmente, ainda contam com a opção do drive-thru, no estacionamento do edifício-sede da Terracap. A licitação é transmitida ao vivo pelo canal da Agência no Youtube.

    Os lotes no Guará e o Jardim Botânico estão de volta. São regiões administrativas que atraem mais interessados pela localização e, ainda, pela possibilidade de valorização dos imóveis.

    Muito próximo do Plano Piloto – o Guará acaba por despertar o interesse de pessoas que desejam se mudar para lá.  Além disso, há, na região, parque ecológico, diversos equipamentos públicos, a famosa Feira do Guará, duas estações de metrô, ciclovias, áreas de lazer comunitárias, proporcionando maior qualidade de vida aos moradores.

    A Terracap oferta neste edital nove terrenos no Guará II, quatro deles para uso residencial unifamiliar e outros cinco para uso misto. Os lotes residenciais ficam nas quadras 44, 50, 52 e 54, têm metragem de 130 a 144 m², com o dobro de potencial de construção. As entradas são a partir de R$ 10,8 mil.

    Já os terrenos para implantação de atividades produtivas vão de 150 m² a 1,2 mil m². Os lotes permitem desde comércio de bens e serviços a um posto de combustível. O público consumidor já está consolidado, tonando a RA propícia para investimento. Vele lembrar que, com a complementação da infraestrutura das QE 48 a 58 e, mais recentemente, com a aprovação da criação da quadra QE 60, a tendencia é que se aumente o adensamento populacional e, por consequência, a demanda por novos empreendimentos comerciais. Os imóveis

    Também restam poucas unidades destinadas a residência unifamiliar no Jardim Botânico. Tal qual o Guará, o bairro já se encontra consolidado, com a expansão comercial e de prestação de serviços. A região administrativa é composta por condomínios fechados e horizontais. No local, houve obras de paisagismo, iluminação, além da construção do Parque Vivencial, realizadas pela Terracap, o que valoriza as propriedades ali existentes. Os terrenos unifamiliares têm metragens de 800 a 854 m², com entradas a partir de R$ 21,5 mil. Há, ainda, uma opção de imóvel para uso institucional, com 2,8 mil m².

    Recanto das Emas e Samambaia também são regiões com grande potencial para investimento. No Recanto das Emas são nove oportunidades, grande parte delas na Avenida Vargem da Bênção, uma das mais importantes da região, que passa de 6 km de extensão. Mas também há terrenos na Avenida Central e na Avenida Buriti. Com R$ 2,3 mil de entrada é possível concorrer a um lote na RA. São ofertados em edital projeções com metragens a partir de 56 m² a 1,2 mil m².

    Já somente em Samambaia há 47 imóveis disponíveis para venda, com foco no comércio e na prestação de serviços. Ali, encontram-se, por exemplo, terrenos com 100 m² e entrada a partir de R$ 5,4 mil, uma oportunidade ao pequeno investidor que deseja iniciar o negócio ou mesmo àquele que já possui um empreendimento e planeja ampliá-lo. Mas há lotes maiores, como o localizado na QN 313, de 2,3 mil m², e entrada a partir de R$ 94 mil.

    Como participar da licitação?

    Alguns cuidados são necessários para participar da licitação. Veja o passo a passo: 

    1. Leia atentamente o edital disponível ao site da Terracap;
    2. Escolha o imóvel;
    3. Preencha a proposta de compra – disponível no site da Terracap (https://comprasonline.terracap.df.gov.br/);
    4. Recolha a caução, correspondente a 5% do valor do lote, que funciona como exigência para habilitação na licitação;

    Atenção: O valor deve ser recolhido em uma agência do BRB, mediante depósito identificado, transferência eletrônica (TED) ou pagamento de boleto expedido no site da Terracap, necessariamente em nome do próprio licitante ou pelo seu legítimo procurador até o dia 26 de maio. A não apresentação da procuração implica em desclassificação automática do licitante. A licitação ocorrerá no dia subsequente, 27/5; 

    1. Entregue a proposta. Há duas opções de fazer isto: dirigir-se à Terracap e depositar o documento devidamente preenchido na urna da Comissão de Licitação, no drive-trhu disposto no estacionamento, no dia 27 de maio, entre 9 e 10h, ou optar pela proposta online, anexando o comprovante de pagamento de caução. Neste caso, a proposta também deve ser enviada eletronicamente no mesmo dia e horário. 
    1. É dever do licitante atentar para todas as cláusulas do edital, em especial a que se refere à possível incidência do pagamento de taxa de Outorga Onerosa de Alteração de Uso (Onalt) ou do Direito de Construir (Odir). 

    Para os licitantes preliminarmente classificados, a documentação exigida no edital deve ser entregue por meio da plataforma online, acessando-se o site www.terracap.df.gov.br, no menu Serviços, opção Requerimento Online, ou por meio do endereço eletrônico da Comissão de Licitação: copli@terracap.df.gov.br.

     

    Assessoria de Comunicação Social
    Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap)
    ascom@terracap.df.org.br

    2022-05-13 13:53:50 - Cartilhas
  • Terracap licita imóveis que atendem do pequeno ao grande investidor

     

    O 3º edital de licitação pública de imóveis da Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap) deste ano traz 113 opções de terrenos à venda. Há lotes que atendem do pequeno ao médio investidor, como em Ceilândia, por exemplo, e outros aguardados por grandes incorporadoras como os localizados no Noroeste.  O edital, com valores e metragens dos imóveis, está disponível para download no site da Terracap. Clique aqui e confira.

    Podem participar do processo licitatório quaisquer pessoas, física ou jurídica. Os interessados devem ficar atentos aos prazos: caução até dia 28 de abril e licitação em 29. As condições de pagamento são: 5% de caução, entrada (com abatimento da caução) e o restante em até 180 meses, a depender do imóvel escolhido.

    Todo o procedimento licitatório pode ser feito via online, por meio portal da Agência. Ou seja, é possível comprar o terreno sem sair de casa, com toda comodidade. Já os clientes que tiverem interesse de entregar a proposta de compra e o comprovante da caução pessoalmente, ainda contam com a opção do drive-thru, no estacionamento do edifício-sede da Terracap, no dia 29 de abril. A licitação é transmitida ao vivo pelo canal da Agência no Youtube.

    Os lotes localizados na Ceilândia atendem à demanda dos investidores de pequeno e médio porte que pretende investir em comércio e prestação de serviços. Os investidores terão nos arredores uma alta concentração de demandantes por comércio e serviços, em função da característica do Setor Industrial e do Setor de Materiais de Construção, que concentra grandes empresas e é responsável pelo desenvolvimento econômico e geração de empregos da região.  

    Ali, serão licitados 16 lotes, com preços a partir de R$ 34 mil e entradas que iniciam em R$ 1,7 mil. Com infraestrutura completa, permitem retorno do investimento no curto prazo, tendo em vista o parque industrial e outras empresas de grande porte já instalados no local.

    Setor Noroeste

    A alta demanda por lotes comerciais no Setor Noroeste representa a consolidação do bairro. O aumento da densidade populacional de alta renda que caracteriza o setor tem sido acompanhado de perto pelos investidores. Com crescimento da população, também se amplia a necessidade por comércio e pela prestação de serviços.

    A Terracap oferta nesse edital cinco unidades no Noroeste que permitem desde o uso para banca de revistas até comércio e prestação de serviços, com uso complementar residencial – habitação coletiva, com potencial construtivo de até 7,6 mil m².

    Oportunidade para morar

    Situado nas imediações do Lago Paranoá, o terreno à venda no Lago Norte é uma unidade privilegiada pela localização, acessibilidade e infraestrutura, numa região reconhecidamente consolidada no Distrito Federal.

    Destinado ao uso residencial, o terreno possui 6 mil m². É único e grande oportunidade de investimento, considerando a escassez de unidades disponíveis para comercialização naquela região.  Com 5% mínimo de entrada, o imóvel pode ser financiado em até 180 meses.

    Como participar da licitação?

    Alguns cuidados são necessários para participar da licitação. Veja o passo a passo:

    Leia atentamente o edital disponível ao site da Terracap;

    1. Escolha o imóvel;
    2. Preencha a proposta de compra – disponível no site da Terracap (https://comprasonline.terracap.df.gov.br/);
    3. Recolha a caução, correspondente a 5% do valor do lote, que funciona como exigência para habilitação na licitação;

    Atenção: O valor deve ser recolhido em uma agência do BRB, mediante depósito identificado, transferência eletrônica (TED) ou pagamento de boleto expedido no site da Terracap, necessariamente em nome do próprio licitante ou pelo seu legítimo procurador até o dia 28 de abril. A não apresentação da procuração implica em desclassificação automática do licitante. A licitação ocorrerá no dia subsequente, 29/4;

    Entregue a proposta. Há duas opções de fazer isto: dirigir-se à Terracap e depositar o documento devidamente preenchido na urna da Comissão de Licitação, no drive-trhu disposto no estacionamento, no dia 29 de abril, entre 9 e 10h, ou optar pela proposta online, anexando o comprovante de pagamento de caução. Neste caso, a proposta também deve ser enviada eletronicamente no mesmo dia e horário.

    1. É dever do licitante atentar para todas as cláusulas do edital, em especial a que se refere à possível incidência do pagamento de taxa de Outorga Onerosa de Alteração de Uso (Onalt) ou do Direito de Construir (Odir).

    Para os licitantes preliminarmente classificados, a documentação exigida no edital deve ser entregue por meio da plataforma online, acessando-se o site www.terracap.df.gov.br, no menu Serviços, opção Requerimento Online, ou por meio do endereço eletrônico da Comissão de Licitação: copli@terracap.df.gov.br.

     

    Assessoria de Comunicação Social
    Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap)
    ascom@terracap.df.org.br

    2022-04-20 10:27:35 - Cartilhas
  • Audiência Pública para projeto de alteração de lotes na QNM 12 – RA IX

    GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL

    SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO DO DISTRITO FEDERAL

    COMPANHIA IMOBILIÁRIA DE BRASÍLIA – TERRACAP

    AVISO DE AUDIÊNCIA PÚBLICA

    A COMPANHIA IMOBILIÁRIA DE BRASÍLIA - TERRACAP convida a todos os interessados para a Audiência Pública online para apresentação e discussão do projeto de alteração de parcelamento de lotes na QNM 12, Região Administrativa da Ceilândia – RA IX, com os seguintes endereços cartoriais: QNM 12, Via NM 12-A, Lotes 02, 04, 06, 08 e 10. A audiência será realizada no dia 8 (oito) de dezembro de 2021, quarta-feira, com início às 17h e encerramento às 18h30, no Edifício Sede da Terracap, SAM Bloco F, Térreo, auditório, com a transmissão ao vivo, por videoconferência, para participação online dos interessados. As informações necessárias para subsidiar o debate e o regulamento da audiência poderão ser acessados por meio do link: https://www.terracap.df.gov.br/index.php/projetos-e-estudos/audiencias-publicas/. O tema é tratado no processo SEI nº 00111-00006398/2020-38.

     

    Data: 08 de dezembro(quarta-feira) de 2021

    Horário de início: às 17h

    Local: sessão virtual realizada por meio do canal da Terracap transmitida ao vivo, com início da transmissão prevista para 30 minutos antes do horário acima.

     

     

    2021-10-27 21:12:36 - Audiências Públicas

Chat On-line